HRBA lança projeto piloto “ABC Brincando no HRBA”

Hospital Regional
Hospital Regional

Nesta sexta-feira, 31, acontecerá no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) o lançamento oficial do projeto piloto “ABC Brincando no HRBA”, que tem por objetivo beneficiar as crianças que são moradoras do hospital, bem como dar assistência educacional às crianças que passam maior parte de seus dias em tratamento.

A abertura da programação será às 10h30min no Espaço de Brincar, localizado no 2º andar do HRBA e contará com a presença da idealizadora do projeto enfermeira Vanja Kzan Colares Neves, do Diretor de Ensino e Pesquisa do HRBA, professor Luiz Fernando Gouvea, da Diretora do Instituto Esperança de Ensino Superior- (IESPES), Deliana Maria dos Santos Avelar (parceira no programa) e demais autoridades.

O projeto está baseado na Constituição Federal que em seu artigo 205 cita que: a educação é direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. E, pelo Conselho Nacional da Educação na Resolução nº 2, de 11 de setembro de 2001, no artigo 13, que assegura: Os sistemas de ensino, mediante ação integrada com os sistemas de saúde, devem organizar o atendimento educacional especializado aos alunos impossibilitados de frequentar as aulas em razão de tratamento de saúde que implique internação hospitalar, atendimento ambulatorial ou permanência prolongada em domicílio.

A Coordenação do Projeto ficou sob a responsabilidade da Diretoria de Ensino e Pesquisa, com a parceria do IESPES, que oportunizou, por meio de estágio, que as acadêmicas do Curso de Pedagogia desenvolvessem a educação fora do ambiente educacional, dentro de uma unidade hospitalar. O projeto “ABC Brincando no HRBA” atende em média até seis crianças por dia, dependendo do número de crianças internadas e do estado das crianças após a manipulação dos medicamentos (quimioterapia/radioterapia) e demais tratamentos.

A programação iniciará pontualmente às 10h30min e terá um tempo de no máximo 30minutos, devido muitas das crianças não poderem permanecer fora dos leitos por um longo período de tempo.

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/HRBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *