Novos Policiais são empossados em Santarém

Delegado geral Rilmar Firmino e superintendente Gilberto Aguiar na cerimônia de posse
Delegado geral Rilmar Firmino e superintendente Gilberto Aguiar na cerimônia de posse

Na manhã da última terça-feira (22) o delegado geral de Polícia Civil, Dr. Rilmar Firmino de Souza, esteve em Santarém, onde presidiu uma reunião de trabalho, no auditório da Estação Cidadania, com todos os novos policiais civis que vão atuar nas cidades do Oeste paraense.

O encontro contou, ainda, com a presença do secretário adjunto de Gestão Administrativa, da Segup, Cláudio Lima; superintendente de Polícia Civil do Baixo Amazonas, delegado Gilberto Aguiar; comandante do Policiamento Regional da Polícia Militar, coronel José Monteiro Júnior.

Durante a reunião, o delegado geral da PC, fez a apresentação oficial dos 47 novos policiais civis (10 delegados, 20 investigadores, 14 escrivães e 3 papiloscopistas) que vão trabalhar nas delegacias da PC, unidades integradas (UIs) e unidades integradas Pro Paz (UIPPs), sediadas nas cidades da região – Santarém, Alenquer, Óbidos Oriximiná, Almeirim, Prainha, Faro, Terra Santa, Mojuí dos Campos, Belterra, Curuá e distrito de Monte Dourado.

“O governo construiu UIPPs em dezenas de municípios desta região, entregou embarcações para patrulhar os rios do Baixo Amazonas, instalou uma base do Grupamento Aéreo, em Santarém, renovou a frota de viaturas das forças de segurança, enfim, são diversas obras e investimentos realizados. E, o mais importante, é que a entrega destes equipamentos culminou com a formação, nomeação e posse dos novos policiais. São 47 policiais civis, que vão reforçar o efetivo, diminuir as demandas, aumentar a capacidade de investigação da polícia judiciária e, principalmente, melhorar o atendimento ao público”, frisou Rilmar Firmino.

Na manhã da quarta-feira, dia 23, o delegado geral da PC esteve em Altamira, onde fez a apresentação oficial dos novos policiais civis que já assumiram as suas funções nos municípios da Região do Xingu, Oeste paraense. Foram empossados pela instituição 29 policiais para atuar nesta área do Estado, entre delegados, investigadores, escrivães e papiloscopistas. Eles serão responsáveis pelo trabalho da PC nas unidades sediadas em Altamira, Porto de Moz, Medicilândia, Vitória do Xingu, Senador José Porfírio, Anapu e Uruará.

A reunião foi realizada no auditório da Secretaria Municipal de Cultura e teve, ainda, a presença do secretário adjunto de Inteligência e Análise Criminal, da Segup, delegado Gilvandro Furtado; secretário adjunto de Gestão Administrativa, da Segup, Cláudio lima; superintendente regional da Polícia Civil, delegado Cristiano; comandante de Policiamento Regional da Polícia Militar, coronel Marco Antônio Rocha, além de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (Seção Pará).

Novos policiais civis que foram empossados e vão atuar em nossa região
Novos policiais civis que foram empossados e vão atuar em nossa região

Na quinta-feira (24), o titular da Polícia Civil apresentou os novos 34 policiais civis que começaram a trabalhar na Região do Tapajós. Ele conversou com as equipes que reforçaram o policiamento nas cidades de Itaituba, Trairão, Rurópolis, Placas, Novo Progresso, Jacarecanga e Aveiro e no distrito de Castelo dos Sonhos e ressaltou a importância da chegada dos novos policiais para a melhoria da qualidade dos serviços prestados à população paraense e para a efetividade das ações da área de segurança pública.

Mais de R$ 500 milhões já foram investidos pelo Governo do Estado na área de Segurança Pública, em obras (reformas e construções) e aquisição de veículos e equipamentos, com o objetivo de garantir a melhoria dos serviços prestados à população paraense. Vinte e duas Unidades Integradas Pro Paz (UIPPs) já foram entregues (Santarém/Alter do Chão, Santarém/Nova República, Mojuí dos Campos, Placas e Jacareacanga) e outras 55 estão em processo de licitação e em fase de construção, entre elas as unidades dos municípios de Altamira (distrito de Castelo dos Sonhos), Almeirim, Curuá, Faro, Alenquer, Itatituba (comunidades de Miritituba e Moraes de Almeida), Juruti, Prainha, Óbidos, Oriximiná, Terra Santa, Trairão, Novo Progresso, Santarém/Santarenzinho e Lago Grande do Curuai.

Também já foram entregues pelo governo do Estado sete unidades do Pro Paz Integrado, entre elas os núcleos do Pro Paz Integrado de Santarém e Altamira, no Oeste paraense.

Quarenta e cinco delegacias de Polícia Civil já foram reformadas e transformadas em unidades integradas, outras cinco estão passando pelo mesmo processo. A Polícia Militar construiu dez novos e modernos quartéis no interior do Estado. Além destes, dois outros quartéis estão em fase final de construção e sete quartéis serão reformados, sendo que, destes, dois já estão em andamento.

O governo coloca em prática um amplo campo de ações, que vão desde a construção de dezenas de novas unidades integradas até a revitalização de diversos espaços de atendimento ao público. O planejamento voltado para a infraestrutura da área de Segurança Pública foi elaborado em conjunto com o planejamento da reposição do efetivo policial da área.

Foram realizados concursos públicos para o a formação de novos policiais civis e militares. Hoje, o Pará já conta com mais 1.884 policiais militares, reforçando a segurança pública (policiamento ostensivo, preventivo e repressivo e polícia judiciária) nos 144 municípios do Estado. O governo do Estado já autorizou a realização de um novo concurso público, que deverá oferecer 600 vagas para a Polícia Civil e 2 mil vagas para a Polícia Militar.

NOVAS AERONAVES: O governo do Estado fez a entrega de novas aeronaves para compor a frota do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp). São três helicópteros modelo AS 350 B2 “Esquilo”, sob os prefixos PR–SIS (Guardião 01), PR–SCL (Guardião 02) e PR–SCG (Guardião 03). As aeronaves possuem seis assentos, mono turbina, com partes fixas e móveis do imageador térmico, sistema de transmissão de imagens e serão utilizadas em diversas atividades do serviço aéreo do Sistema de Segurança Pública, em todo o Pará. Com a aquisição destas aeronaves foi possível fixar uma base do GRAESP em Altamira e outra em Santarém, ambas possuem um helicóptero para região para patrulhamento, resgate e transporte de tropas.

Os helicópteros contam com vários equipamentos e acessórios para a execução de operações aéreas: câmera e imageador térmico, para transmissão de imagens, farol de busca, piso com blindagem para calibre 7,62, ar condicionado, corta cabos, guincho de carga, gancho de carga, painel alongado com Movie Terrain (GPS com mapa), radar meteorológico, bamby bucket (bolsa de combate a incêndio) e coletes de salvamento infláveis. Segundo a Segup, um dos novos helicópteros deverá substituir a aeronave locada, que está atualmente na base do Graesp fixada em Santarém.

“Os meios aéreos proporcionam uma grande mobilidade ao Sistema Integrado de Segurança Pública e Defesa Social e ao Graesp, viabilizando a realização de operações e deslocamentos, em todo o território paraense, voltadas para, uma série de ações, como o deslocamento rápido de tropas da Polícia Militar, equipes da Polícia Civil e militares do Corpo de Bombeiros, para qualquer região do território paraense”, destacou o diretor do Graesp, tenente-coronel Josilei Gonçalves de Freitas.

As aeronaves serão utilizadas no transporte de equipamentos e pessoal, em operações de combate ao tráfico de entorpecentes, na localização de criminosos em matagais e região de floresta amazônica; radiopatrulhamento aéreo, de vigilância e ambiental; socorro, resgate e remoção aeromédica, em todo o Estado; auxílio nas operações relacionadas à preservação de recursos minerais; apoio no combate a crimes ecológicos e queimadas, objetivando minimizar os impactos ambientais; apoio no patrulhamento, demarcação e desinterdição de áreas indígenas.

Os novos helicópteros vão atuar, ainda, na realização de operações de repressão à “pirataria”, na área portuária paraense; na manutenção de áreas estratégicas e de interesse, sob observação e controle; abordagem de grupos suspeitos para averiguação; bloqueio de grupos criminosos em fuga; segurança de comboios em deslocamentos; patrulhamento sistemático, realização de operações de resgate e salvamento, em especial nas ações de defesa civil, em casos de desastres e catástrofes.

As aeronaves também estão aptas para atuar no de cerco e contenção em áreas de grande perturbação da ordem pública; realização de operações de segurança e apoio em eventos públicos de repercussão nacional (estádios, corridas de rua, Círio de Nossa Senhora de Nazaré, entre outros); transporte e escolta de presos, transporte de urnas, de funcionários e de policiais no período de eleições; apoio aos órgãos do governo do Estado, municipais e federais.

O governo do Estado também fez a entrega de um avião Caravan, modelo C-208, que incrementou a frota do Graesp e reforçou ainda mais o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Pará. Ainda neste ano, outro helicóptero, modelo Eurocopter EC 145 C2, será incorporado à frota administrada pelo Grupamento Aéreo de Segurança Pública.

Agora, o Graesp passa a contar com seis aeronaves próprias (quatro helicópteros, um planador e um avião Caravan), além de outros quatro helicópteros locados. Criado em 2011, o Graesp atende a 70% do território paraense, com bases fixas em Belém, Santarém, Marabá e Altamira. Já está em fase de planejamento a construção de uma nova base em Redenção, sudeste do Pará.

A aquisição destes veículos é resultado de licitação realizada em 2013 e que compõe uma planilha de investimentos feitos pelo Governo do Estado, a partir de 2011, que já soma cerca de R$ 80 milhões somente com equipamentos de aviação de segurança pública.

NOVOS DELEGADOS E SUAS JURISDIÇÕES: Almir Alves Oliveira (Faro), Luciano Freitas Farias (Curuá), Rodrigo de Oliveira Barbosa (Monte Dourado), Eduardo Augusto Pinheiro Lima (Prainha), José Kleidson de Castro (Santarém), Edjalmo Nogueira Diogenes Júnior (Alenquer), Thiago Mendes de Sousa (Óbidos), Erik Peterson da Silva (Oriximiná), Jaime Augusto Sales da Paixão (Oriximiná) e Eder Silva de Oliveira (Almeirim).

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *