Programação com as escolas e ribeirinhos na Exposibram

O evento que será realizado no período de 17 a 20 de novembro
O evento que será realizado no período de 17 a 20 de novembro

A Mineração Rio do Norte (MRN), empresa com sede em Oriximiná, no Oeste paraense, será pela quarta vez consecutiva patrocinadora do Exposibram Amazônia, evento que será realizado no período de 17 a 20 de novembro, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.

 Durante os quatro dias de evento, a mineradora de bauxita chega com a proposta de, mais uma vez, estar entre os estandes mais visitados da feira. A partir do dia 18/11, escolas estaduais que já têm participação confirmada no circuito da sustentabilidade da MRN, iniciarão o ciclo de visitas ao estande.

 Os estudantes de ensino médio das escolas Celso Malcher, Jaderlândia e Maria Helena Valente Tavares serão envolvidos em games tecnológicos, didáticos e interativos como forma de aprender e trocar conhecimento sobre mineração. A empresa também deve atrair a atenção dos visitantes com a exposição dos projetos Manejo da Copaíba, Sistemas Agroflorestais e Educação Patrimonial, que terão ambientações bem regionais, retratando o universo amazônico: uma boa oportunidade para os visitantes conhecerem de perto os projetos geram renda e conhecimento para famílias ribeirinhas da região de Oriximiná, e conhecer em detalhes como são produzidos alguns dos produtos que fazem parte da culinária e da medicina alternativa paraense, como é o caso da farinha de mandioca e do óleo de copaíba.

A riqueza do artesanato Konduri produzido por comunidades quilombolas, ainda pouco conhecido na capital, mas que já foi objeto de estudo do Museu Goeldi numa parceria com a mineradora, também estará com peças em exposição pela própria comunidade. O estande da MRN deverá contar ainda com a participação de representantes de entidades parceiras da empresa nos projetos, como Emater e Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), que contarão suas experiências e os resultados dos projetos desenvolvidos.

Fonte: RG 15/O Impacto e Érica Ferreira Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *