Denúncia – Área nobre de Santarém vira zona de prostituição

Estabelecimentos localizados na Rua Silvério Sirotheau levam nomes sugestivos para atrair clientes e só funcionam pela parte da noite
Estabelecimentos localizados na Rua Silvério Sirotheau levam nomes sugestivos para atrair clientes e só funcionam pela parte da noite

Bar da Nira, Bar da Linda, Gatas dos Sonhos, Primas Drink’s, Devassa’s Drink’s e Sinuca Bar. Usando nomes exóticos e variados estes bares, localizados na Rua Silvério Sirotheau Corrêa, no centro de Santarém, chamam atenção de quem freqüenta o local e viraram motivo de denúncia de moradores das proximidades.

A grande quantidade de bares com pontos de prostituição na Rua Silvério Sirotheau, entre as travessas João Otaviano e Senador Lemos, tem sido motivo de inúmeras críticas de dezenas de famílias.

Localizada em uma área nobre de Santarém e próxima ao Theatro Victória, onde fica uma unidade do Ministério Público Estadual (MPE), a Rua Silvério Sirotheau foi transformada em ponto estratégico de bares, onde garotas de programa circulam diariamente em busca de ‘clientes’.

Por conta disso, famílias tradicionais de Santarém estão vendendo seus imóveis e se mudando do local para outras áreas da cidade, onde ainda se pode viver com dignidade, sem que crianças possam ser influenciadas por malefícios provocados pela sociedade atual.

Segundo os moradores, o local próximo ao Theatro Victória, já foi considerado um dos mais nobres de Santarém, onde famílias tradicionais residiam e também montavam seus próprios negócios, em busca do sustento, principalmente por ficar perto dos mercados Modelo e Municipal, para onde pessoas de várias partes da cidade se dirigem diariamente, para fazer compras.

Para os moradores, os prostíbulos que funcionam no local mais parecem cenários de filmes de terror, do que casas de tolerância. Famílias reclamam do barulho que fazem os freqüentadores dos ‘inferninhos’. Como se não bastassem as péssimas condições dos prédios que ameaçam cair na cabeça dos clientes na hora do ‘suadouro’, ainda tem a completa falta de higiene. No ‘motel improvisado’ que funciona ao lado de lojas e farmácias, os idosos são atacados por mulheres que prometem horas de sexo sem amor, em troca do dinheiro da aposentadoria e gotas de rupinol, ‘boa noite cinderela’. Muitos já acordaram nas mesas, sem dinheiro e sem saber ao certo qual a desculpa que vão dar em casa.

Dentro dos lenocínios, que funcionam no local umas seqüências nada agradáveis de palavrões, ameaças e discussões constantes, são vistos e ouvidos até mesmo por quem passa metros adiante dos ‘inferninhos’ que ninguém sabe o porquê de ainda continuarem funcionando em plena área central da cidade.

Também um local bastante freqüentado por mulheres e homens à procura de sexo, é a praça histórica que fica em frente ao Mercado Modelo, onde o Padre Bettendorf rezou a primeira missa em Santarém. Nesse local, homens que chegam das comunidades do interior de Santarém se encontram com mulheres que fazem ponto nos “inferninhos” localizados na Rua Silvério Sirotheau. Santarém não tem mais a mesma tranqüilidade de 30 anos atrás, onde você podia passear com sua família e ser respeitado. Hoje, as mulheres de bem podem ser confundidas com as que freqüentam os inúmeros bordéis localizados nessa área central da cidade.

Por: Manoel Cardoso

Um comentário em “Denúncia – Área nobre de Santarém vira zona de prostituição

  • 5 de janeiro de 2015 em 17:37
    Permalink

    ta na hora do poder publico tomar providencias.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *