Matadouro ilegal possuía carne com larvas

Matadouro clandestino foi fechado
Matadouro clandestino foi fechado

Um matadouro clandestino foi fechado, no último final de semana, no município de Juruti, Oeste do Pará, após uma ação das polícias Civil e Militar. Carnes que apresentavam larvas e sinais de doenças como tuberculose foram apreendidas. O matadouro abastecia diversos açougues da cidade.

Além de fechar o matadouro, os agentes policiais prenderam em flagrante o comerciante Ordemi Silva, acusado de ser o proprietário do local. Carnes de animais abatidos também foram apreendidas.

De acordo com o delegado Arthur Nobre, titular da Delegacia de Juruti, a perícia feita no abatedouro revelou condições impróprias para consumo humano das carnes. O abatedouro também não teria luz, trilho para abater os bois, veterinário para inspecionar ou mesmo autorização para funcionar.

As carnes apreendidas apresentavam larvas e indícios de doenças como tuberculose.

Uma ordem judicial também foi emitida para queimar 34 carcaças de boi apreendidas no estabelecimento, o que gerou prejuízo de mais de R$ 60 mil aos empresários da cidade, que já haviam comprado as carnes.

Fonte: DOL com informações Polícia Civil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.