Telefonista faz reciclagem com materiais usados no Hospital Regional

Waneide Ferreira dá exemplo
Waneide Ferreira dá exemplo

A criatividade da telefonista do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), Waneide Ferreira, de 37 anos, não tem limite. Ela reaproveita os materiais usados no hospital, como tampas de medicamentos, para confeccionar diversos objetos e jogos educativos. São quebra-cabeças, desenhos, cartões e agendas.
Waneide deixa um coletor, em cada clínica do hospital, reservado especificamente para os materiais que podem ser reaproveitados. Após a coleta, é feita a higienização e, a partir deste processo, a artista dá uma nova forma aos objetos que seriam jogados no lixo.
“É muito importante contribuir com o meio ambiente. E, para mim, a melhor ideia é permitir que a criança aprenda brincando. As escolas e os pais querem ensinar os alunos e os filhos forçando-os a aprender. E, muitas vezes, se a criança pegar um brinquedo educativo, ela vai aprender brincando e vai se divertir”, diz Waneide.

Alguns objetos criados por Waneide e que são usados pelas crianças
Alguns objetos criados por Waneide e que são usados pelas crianças

Não é de agora que Waneide tem intimidade com a arte. Desde pequena, timidamente, pintava alguns poucos guardanapos. A partir dos 10 anos, foi se soltando, pintando quadros e confeccionando artesanatos. Agora, está mais voltada para a educação infantil, colocando em prática o que tem aprendido em seu curso de pedagogia.
“Eu pretendo fazer uma cartilha. Quero criar o alfabeto com essas peças e fazer vários jogos com números. Vou vendo os materiais disponíveis e tenho as ideias para confeccionar os objetos. É legal, porque, ao mesmo tempo em que a criança vai brincando, vai aprendendo”, finaliza.

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/HRBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *