Índios voltam a interditar Estrada do Bis em Itaituba

Índios interditam Estrada do BIS
Índios interditam Estrada do BIS

Na manhã de terça-feira, 13, indígenas da Aldeia Praia do Índio, localizada na estrada que dá acesso ao quartel do 53º Batalhão de Infantaria e Selva (BIS), conhecida como (Estrada do Bis), foi interditada novamente pelos índios.
Era por volta das 6hs00min da manhã quando a estrada foi interditada pelos indígenas com apoio de alguns moradores dos bairros da Raicon e Jardim Tapajós. Eles reivindicam o asfaltamento imediato da estrada. Segundo eles, dessa vez, só irão sair do local, quando as máquinas estiveram na estrada para executar o trabalho. Os índios alegam que no inverno é a lama e no verão é a poeira que prejudica quem moram às margens da estrada.
A última interdição da estrada do Bis aconteceu no dia 13 de abril de 2015 e ocasionou muitos problemas na cidade, inclusive chegou a faltar combustível nos postos. As bases onde os caminhões abastecem para levaram aos postos ficam localizadas na estrada que foi interditada. Depois de muita negociação com o governo do Estado e Município a estrada foi liberada no dia 16 de abril.
Os índios chegaram a se reunir com o vice-governador Zequinha Marinho no gabinete da Câmara Municipal, com a presença de vários vereadores. Depois se reuniram com a prefeita Eliene Nunes e por último mais uma reunião o vice-governador em Belém, dessa com a presença da Prefeita, onde ficaram acertados os trâmites para o asfaltamento da estrada. Depois os indígenas ainda se reuniram com vários deputados que vieram a Itaituba participar da Assembléia Itinerante, onde foi cobrada novamente a pavimentação da estrada, mas até hoje os trabalho não começaram, fato que fez com que os índios voltassem a interditar a estrada novamente.
EMPRESÁRIOS ESTÃO PREOCUPADOS COM A INTERDIÇÃO DA ESTRADA DO BIS
Na noite de terça-feira, 13, vários empresários estiveram participando de uma reunião com indígenas que estão acampados na estrada do Bis, na altura da Bueira do Bom Jardim.
Na oportunidade, os índios pediram apoio dos empresários para seguirem na manifestação. Alguns empresários, principalmente os donos de postos de combustíveis serão os mais afetados, devido as bases ficarem localizada na estrada do Bis. Um dos empresários pediu a liberação da estrada por uma hora, mas a proposta foi negada pelos líderes do movimento, que relataram que só vão abrir quando tiveram uma resposta positiva para o asfaltamento da estrada. A partir desta quarta-feira os índios estarão chamando os parentes do alto e médio Tapajós para reforçar o movimento. Eles também reivindicam a presença da Prefeita no local.
Estiveram presentes na reunião os empresários Davi Meneses (Fórum da entidade), Daniel (Posto Dado), Raimundo (Posto Bandeirante), Patrick Sousa, Judson (Aroucha) e Suzi (Posto Leal). Todos os empresários se mostraram preocupados com a situação, se caso a interdição continuar por muito tempo a cidade poderá ficar sem combustível. Porém, os empresários foram solidários ao movimento.
Fonte: RG 15/O Impacto e Junior Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *