Amazônia news

BELTERRA

Foto 01FISCALIZAÇÃO APREENDE E MULTA VEÍCULOS NAS PRAIAS

No último domingo (15/11) a Prefeitura de Belterra, por meio da Secretaria da Gestão do Meio Ambiente e Turismo (Semat), realizou ação de fiscalização nas praias da APA Aramanai. Com o apoio das Polícias Civil e Militar, os Agentes de Vigilância Ambiental e demais servidores da Semat percorreram as praias de Pindobal, Cajutuba, Aramanaí e Porto Novo. A ação é parte do Projeto Belas Praias, que objetiva coibir o tráfego de veículos na areia conforme determina a Lei Municipal 209, de 09 de dezembro de 2011. A lei proíbe a entrada, permanência e circulação de veículos automotores nas praias do município de Belterra.

Foram apreendidos cinco veículos que estavam trafegando na praia de Cajutuba, que foram trazidos para o pátio da SEMOVI e os motoristas foram notificados para o pagamento da multa de R$ 1.375,00, conforme determina a legislação. Outros veículos identificados nos quais os motoristas se evadiram antes da abordagem serão notificados a comparecer na Secretaria. Segundo o titular da Semat, Pablo Aguilar, já foram realizadas várias ações de sensibilização nas praias sobre a lei e as penalidades. “A competência de fiscalizar o cumprimento e impor as penalidades é da nossa Secretaria e por isso tivemos a preocupação de primeiro alertar os banhistas. A partir de agora começam as apreensões e multas”.

BELTERRA II

Foto 02VEREADOR QUER IMPLANTAR ACADEMIA

O vereador Ernesto Domingues (foto) o popular Betão – PMDB vai propor na próxima sessão a implantação na estrutura administrativa do Município, da Academia de Letras e Artes de Belterra – ALAB, com a finalidade de imortalizar os artistas da terra; poetas, escritores, historiadores, compositores, intérpretes, artistas plásticos, escultores e artesões, com obras publicadas e de reconhecimento popular. A referida academia será composta por 12 membros efetivos e perpétuos, sendo que cinco (5) deles poderão ser residentes em outros municípios. A administração da mesma será composta de: Presidente, secretário e tesoureiro; com mandato de dois anos, eleitos de forma a escrutínio secreto, podendo ser reeleitos uma só vez; com gestão norteada pelo Estatuto e Regimento Interno. O Vereador está de parabéns pela bela iniciativa e a prefeita Dilma Serrão ganhará notoriedade se sancionar a Lei. O Município é um celeiro de artistas de todos os segmentos e uma fonte inesgotável de inspiração aos poetas e escritores. INFORMES: O vereador Frank Landy – DEM disse que a falta d’água no município está lamentável. O assunto foi amplamente explanado pelos demais vereadores; que buscam soluções para amenizar a situação.

MONTE ALEGRE

CLAMOR POR AMOR

A população está fantasiosa aguardando que os vereadores demonstrem por atos e ações que são capazes de uma gota de sacrifício em desfavor de seus vultuosos salários. Que não aceitem o aumento “devido” que sejam capazes de deixar a guerra partidária de lado e unam-se em favor de uma gestão capaz. O sonho de todos nós, é que o próximo Prefeito e vice-Prefeito sejam frutos de uma união, baseada no amor pelo Município. A população está cansada de vivenciar esta guerra em busca do poder e clama por dias melhores, no que diz respeito à governabilidade municipal. Unam-se e demonstrem que são capazes de defender o povo que tanto sofre as mazelas resultantes. Até hoje o Poder Legislativo só demonstrou que é incapaz de defender o povo, incapaz de realizar uma fiscalização ao Executivo com imparcialidade. Tudo que fazem é lutar pelo poder, custe o que custar! Assim como o dito popular: Em toda regra há exceção!

A VOZ DO POETA

Autor: Edmundo Baía

O POETA

O poeta age pela inteligência,

Acha gosto no desgosto,

Vê o grande no pequeno,

Vê o futuro no presente.

 

A poesia o alivia, alegra a sua vida,

Ativa-lhe o senso memorial,

Revela-se na dor, quando fala do ódio, do egoísmo;

Quando retrata o amor.

 

Escreve a voz da alma,

A inspiração vinda do além, do aquém…

Das vidas ao seu redor,

Dos destinos incompreendidos,

Dos sábios analfabetos,

Dos amores despercebidos.

 

O poeta é um ser muito mais do que comum,

Iluminado espiritualmente,

Caridoso por excelência,

Humilde, não se ofende,

É um ser benevolente…

 

APOIO CULTURAL: Ribamar Produções, Ulisses Medeiros, Juva, Nilda Paixão, Reginaldo Lobo, José Santana, Maria Freire, Misael Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *