Anvisa interdita farmácia que vendia medicamento vencido em Santarém

Fiscais encontraram medicamentos vencidos e interditaram Farmácia Primavera
Fiscais encontraram medicamentos vencidos e interditaram Farmácia Primavera

No município de Santarém, Oeste do Pará, uma equipe de oito fiscais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), através da Gerência de Fiscalização de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária, estão realizando fiscalização em diversas farmácias e drogarias da cidade. O objetivo da ação é verificar irregularidades que foram denunciadas diretamente a Agência.

Como resultado inicial da ação, os fiscais interditaram a Farmácia Primavera, que fica localizada na esquina da Borges Leal com Silva Jardim, no bairro Aparecida.

Segundo informações, a interdição pela Anvisa aconteceu supostamente por irregularidades diversas, como por exemplo, a verificação de caixas de medicamentos com o prazo de validade vencido. Também foram identificados medicamentos sem notas fiscais e falta da licença sanitária.

A equipe da Agência está em Santarém desde terça-feira, 24, e deve permanecer com a ação de fiscalização até esta sexta-feira, 27. A fiscalização conta com apoio da Polícia Federal, Conselho Federal de Farmácia e da Divisão de Vigilância Sanitária Municipal (Divisa).

Operação da Anvisa começou na terça-feira e vai até esta sexta-feira, em Santarém
Operação da Anvisa começou na terça-feira e vai até esta sexta-feira, em Santarém

Ainda de acordo com informações da Anvisa, repassadas pelo fiscal federal João Roberto Ferreira de Castro, além de medicamentos vencidos encontrados nas prateleiras do estabelecimento, a farmácia estava funcionando de forma irregular, devido não possuir licença sanitária.

O proprietário da Farmácia Primavera deverá apresentar explicações em relação ao caso. A Polícia Federal abrirá inquérito policial, uma vez que, de acordo com a interdição, as irregularidades têm viés administrativo, e podem ter encaminhamentos em relação a questões penais. O empresário poderá ter que pagar multas, que somadas chegariam a 1,5 milhões de reais.

Só para lembrar, tanto a Anvisa quanto o Conselho de Farmácia realizam fiscalizações constantemente nas farmácias de Santarém e região. Durante as operações muitas irregularidades são encontradas, como medicamentos vencidos, venda de remédio sem receita, falta do profissional farmacêutico em várias farmácias. As empresas são autuadas e muitas voltam a praticar os mesmos crimes. Hoje quase todas as farmácias de Santarém possuem em seus quadros um profissional farmacêutico, o que mostra que está valendo a pena a luta do Conselho Regional de Farmácia em benefício da classe.

Por: Edmundo Baía Júnior

Fonte: RG 15/O Impacto

Um comentário em “Anvisa interdita farmácia que vendia medicamento vencido em Santarém

  • 26 de novembro de 2015 em 16:50
    Permalink

    Eu ja nao comprava devido altos preços nessas farmacias, agora que nem entro mesmo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *