Médicos plantonistas ameaçam entrar em greve

UPA-e-PSMEm contato com a nossa equipe de reportagem, um grupo de médicos plantonistas que prestam serviço para a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), no Pronto Socorro Municipal e na UPA 24 horas, denunciaram que estão sem receber seus pagamentos, e não têm retorno de previsão.

Os médicos são taxativos em afirmar que não conseguem obter um retorno do Secretário Municipal de Saúde, Dr. Valter Sinimbu. De acordo com informações, a SEMSA não estabelece um cronograma para o pagamento, e muitos médicos já pensam em um movimento grevista.

A greve ainda não está confirmada. Os médicos devem realizar uma nova reunião, onde irão definir os encaminhamentos sobre uma possível paralisação dos atendimentos de plantão no município.

PROBLEMAS RECORRENTES NA ÁREA DE SAÚDE: Devido às inúmeras denúncias de descaso com a saúde do santareno, o Conselho Municipal de Saúde (CMS) emitiu nota quanto ao assunto:

O Conselho Municipal de Saúde de Santarém vem por meio desta nota, MANIFESTAR para a sociedade Santarena, bem como para os Trabalhadores de Saúde, a sua indignação com a atual situação de calamidade e descalabro que está submetida a saúde pública do Município. Está visível e cada vez mais insuportável a falta de medicamentos, materiais e insumos para a manutenção dos serviços de saúde hospitalar, nas unidades básicas de saúde, como também, nos centros de referência em assistência especializada (mulher, criança, idoso), incluindo os serviços de hemodiálise e de Testagem Anônima- HIV/AIDS e Hepatites.

O Colegiado avalia a postura inadmissível demonstrada pelo Prefeito e pelo Secretário Municipal de Saúde, que proporcionam à sociedade em geral, o cenário aterrador a que os Usuários e Trabalhadores de Saúde vêm sendo submetidos diariamente devido a precariedade dos vínculos, sobrecarga de trabalho, falta de equipamentos de proteção e insumos básicos para o atendimento dos pacientes, baixos salários, desvalorização profissional e cortes bruscos de gratificações e plantões, prejudicando, sobremaneira, toda a categoria de trabalhadores, o que reflete na prestação inadequada do serviço à população. Tal postura de descaso, afeta diretamente direitos da população que deixa de receber uma assistência à saúde humanizada, ferindo de maneira gravosa, garantias constitucionais.

Denunciamos ainda, o descaso do Secretário Municipal de Saúde, que não tem assegurado às condições necessárias para que este colegiado realize plenamente os trabalhos de controle e fiscalização, e tem dificultado a manutenção deste colegiado, chega ao absurdo de atingir sua funcionabilidade pela falta de coisas básicas, tais como: materiais de expedientes, falta de internet, telefone, água, entre outros.

Desta feita, REPÚDIAMOS a postura do Prefeito Alexandre Von em emitir um decreto com essência autoritária e centralizada, o qual retira toda autonomia do Secretário Municipal de Saúde e Centraliza as decisões sobre a sua pessoa, dificultando a operacionalização dos serviços, prejudicando com isso, os fornecedores e prestadores de serviços que deixam de receber em dia pelas prestações de serviços e fornecimentos realizados.

Manifestamos a toda a população e a classe trabalhadora do SUS que este colegiado está oficializando denúncia aos Ministérios Públicos Estadual e Federal, aos Colegiados Gestores, aos Conselhos de Saúde Estadual e Nacional, com vista a encontrar o apoio necessário na defesa de todos os Usuários do Sistema Único de Saúde, para que tenham seus direitos defendidos e respeitados os ditames constitucionais acerca do princípio da dignidade da pessoa humana e aos direitos e garantias fundamentais insculpidos em nossa constituição cidadã.

         SAÚDE É UM DIREITO DE TODOS!!!!!

Por: RG 15 / O Impacto

2 comentários em “Médicos plantonistas ameaçam entrar em greve

  • 21 de dezembro de 2015 em 08:57
    Permalink

    este e ogov.do VONmito

    Resposta
  • 18 de dezembro de 2015 em 22:39
    Permalink

    Engraçado que sempre na trica de plantões quem ta saindo sai na hora e quem ta entrando chega uma hira atrasado.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *