AMAZÔNIA NEWS

MONTE ALEGRE

O Prefeito recém-eleito para cumprir mandato tampão/2016 terá que se desdobrar no trabalho, ser maleável e politicamente correto se quiser cumprir o mandato. As forças ocultas de plantão não lhe darão sossego. Seu mandato será como casamento, se não houver desistências; não dará certo! As previsões administrativas para 2016 são de certa maneira negativas, poderá haver suspensão do Fundo de Participação, a dívida previdenciária só aumenta, bem como os itens do bloqueio no CAUC. Os vereadores (as) precisam deixar o egoísmo e a politicagem de lado e pensar no povo que é quem mais sofre as consequências.

MONTE ALEGRE II

É notório o crescimento das prioridades, nas áreas da educação, infraestrutura urbana/rural e especificamente na saúde. Mesmo com as inúmeras dificuldades, os vereadores (as) aprovaram o aumento dos seus proventos por unanimidade; prova de que nenhum legislador (a) tem a mínima preocupação com a coletividade. A única esperança dos munícipes é a eleição municipal/2016, onde os eleitores devem eleger novos vereadores (as) defensores (as) do povo. Um novo Prefeito, que seja capaz de fazer uma gestão transparente, direcionada para o bem estar de todos os munícipes.

ELEIÇÃO 2016

À medida que se aproxima o ano eleitoral, cresce o número de pretendentes ao cargo de Prefeito. Até o momento destacam-se: Altair Coutinho, Nhunga, Carlos Gaia, Dr. Pita, Júnior Hage e outros que ainda não confirmam. Até em abril/2016 muitos fatos irão acontecer, inclusive no que diz respeito a futuras candidaturas. Partidos pequenos aliados trabalham na formatação de um grupo político ético direcionado a mudar a representatividade no Poder Legislativo; sem esquecer a escolha do melhor perfil, na indicação do Executivo.

PAPOS & FATOS

FRASE DA SEMANA: A felicidade é de quem realmente quer ser feliz!

Frase anônima: Enquanto meu sangue for vermelho sou PT!

Responda se souber: Qual a diferença entre o Pinóquio e um tucano?

ENTRETENIMENTO

O caboclo chegou ao Cartório para registrar sua filha.

O cartorário perguntou: – Qual é o nome da criança senhor?

 Maria Bota Cor-de-Rosa, senhor.

O cartorário meio indignado falou:

– Meu senhor, não faça isso com sua filha. Quando ela for pra escola, as outras crianças vão apelidá-la de botinha e outros apelidos desagradáveis; arrume outro nome. O caboclo ficou olhando para as paredes e de repente falou, já sei! Qual? Maria Cebola. – Não meu senhor, retrucou o cartorário; ai que ela vai ser apelidada, além de outros, vão chamá-la de fedorenta. Retrucou-lhe o caboclo: – Mas se pode Gigi Alho, porque não pode Maria Cebola?

RELIGIOSIDADE

Espanta-se em encontrar sobre a terra tantas maldades e más paixões, tantas misérias e enfermidades e se conclui que a espécie humana é uma triste coisa. Este pensamento provém do ponto de vista limitado em que se está colocado, e que dá uma idéia falsa do conjunto. É preciso considerar que, sobre a Terra, não se vê a Humanidade, mas apenas uma pequena fração dela. A espécie humana compreende todos os seres dotados de razão que povoam os inumeráveis mundos do Universo; ora, o que é a população da Terra, perto da população total desses mundos? Bem menos que a de um lugarejo em relação à de um grande império. A situação material e moral da Humanidade terrestre nada mais tem que espante, inteirando-se da destinação da Terra e da natureza daqueles que a habitam.

A VOZ DO POETA

ONDE ESTÁ DEUS

Autor: Edmundo Baía

Deus está no brilho dos olhos,

De quem ri e de quem chora,

No nascer do sol e da lua,

No alvorecer da aurora;

Reparta o pão com o faminto,

Acolha em seu lar o sem teto,

Dê esmola aos impedidos,

Aos carentes de afeto.

Deixa a riqueza mundana,

E vem olhar a dor,

Vem conhecer a agonia,

Deixa de lado tua fantasia;

Alguém, ou um grande amigo,

Neste momento, padece na amargura;

Outro bem ai, do seu lado,

Exaure em noite escura,

Não te afastes,

Doa-te a Santa missão,

É onde vás encontrar a paz,

Para acalmar teu coração.

APOIO CULTURAL: José Santana de Oliveira, Arielton Silva, Carlos Gaia, Nilton Rebelo, Nilda Paixão, Ulisses Medeiros, Agostinho Paixão, Leônidas Alcântara Jorge Vancho Panovich, Jorge Torres.

FELIZ NATAL E PROSPERIDADE  NO ANO NOVO

Agradecemos a todos os nossos patrocinadores, apoiadores e leitores pela parceria dedicada. Rogamos a Deus que neste Natal, bem como no ano vindouro, Deus lhes cubra de paz, amor e prosperidade juntamente com suas respectivas famílias. Família IMPACTO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *