NOVO PORTAL – DIAS DE MEDO

A Justiça do Pará liberou, com saída temporária, 550 presos do sistema penal do Estado, dos quais 450 são homens e 100 mulheres, tendo os mesmos 07 dias de liberdade que vão desde o dia 24 de dezembro de 2015 até 01 de janeiro de 2016. Pela lei, só os detentos de bom comportamento tem o direito da saída temporária de acordo com a avaliação diária feita pelos agentes prisionais. No entanto, a realidade é outra bem diferente. Estas saídas temporárias, que no Brasil são feitas praticamente com um descontrole quase total, colocam na rua bandidos de alta periculosidade que voltam a matar, a roubar, a estuprar no pequeno espaço de dias que readquirem a liberdade temporária. Este fato é inconteste, tanto que há severas críticas à Lei de Execuções Penais que permite estas saídas e que abre caminho para a ocorrência de mais crimes, especialmente por prisioneiros liberados que não tem a menor condição de voltar ao convívio da sociedade. Esse é o nosso Brasil!

UM PANORAMA DA POLÍTICA SANTARENA

Há muita especulação da imprensa e dos entendidos em política, sobre o quadro de candidatos para 2016. Não vamos esquecer que no fundo, existem mais fofocas do que fatos verdadeiros. Por exemplo: Não há duvida de que o Alexandre será candidato à reeleição. Assim também como não há dúvida de que o grupo do Lira Maia vai participar do pleito, seja com candidato próprio (pode ser o Nélio ou o próprio Lira), assim como pode também alinhar-se, mais uma vez, com o Alexandre e trocar a atual Vice, por Henderson Pinto (também um bom nome). O fato é que além desses personagens, outros participarão da dança, seja Paulo Barrudada, Antonio Rocha, José Maria Tapajós, Chapadinha, etc. De tudo fica uma indagação: Será que o eleitor vai saber votar?

GANHANDO PONTO: A Associação Artístico-Cultural Maestro Wilson Fonseca que em parceria com a Fundação Carlos Gomes promoveu a criação em Santarém da Orquestra Sinfônica do Município, que, aliás, já fez apresentações para o público, sendo a primeira no mês de novembro, no Centro Recreativo de Santarém. A Orquestra se constitui num orgulho do povo da cidade e é reflexo da cultura musical do Maestro Wilson Fonseca e seus descendentes, que deixou um acervo muito grande de obras, criando paixões pela música em filhos e netos. De parabéns a administração do Prefeito Alexandre Von no apoio econômico, o grande Maestro Agostinho Fonseca Júnior, que é o regente principal da Orquestra. De parabéns todo o Município de Santarém.

PERDENDO PONTO: A atitude de menosprezo e de descaso do Governador Simão Jatene para com o Município de Santarém, que tem considerável população e elevado peso eleitoral. Quando o Governador não conclui as obras aqui iniciadas – apenas as lançou para cenário eleitoral –; quando sua Excelência não faz o repasse Constitucional das verbas da saúde pública (de forma omissiva o Prefeito não tomou providência judicial), necessitando da intervenção do Ministério Público, visto que esta atitude do mandatário maior do Estado está acachapando a saúde pública a ponto do próprio Conselho Municipal de Saúde se revoltar; quando a segurança não recebe a infraestrutura necessária para garantia da incolumidade do povo; podemos afirmar que este Governo não quer o bem da nossa terra. Pensemos nisso nas eleições!

PONTUANDO: # Concurso da Câmara – O Ministério Público tem o dever de acompanhar de perto o concurso público que a Câmara Municipal vai realizar para preencher um mínimo de vagas das atuais existentes e ocupadas por pessoas sem concurso, mas nomeadas por indicação política. Há boatos de que não está havendo transparência no concurso, por isso mesmo estão reclamando de omissões nas etapas do mesmo, como se não houvessem regras a serem observadas. É que o Presidente Reginaldo Campos se acha com o poder de, ele mesmo, ditar o caminho do certame. É aí que mora o perigo! # Desviando a rota – A SEMMA faz uma celeuma em torno de pequenas coisas (poda ou corte de uma árvore), mas ao mesmo tempo deixa de tomar providências em situações de grande prejuízo ao meio ambiente, como é o caso das queimadas na vegetação que margeia a cidade; a derrubada de árvores naquela invasão depois do Shopping, e tantas outras coisas. Não se deve trabalhar para os holofotes, mas em favor da lei. # Homicídios – Alguns setores da sociedade estão cobrando com veemência investigações sobre as mortes ocorridas no mesmo período em que a Subtenente foi assassinada, dando a entender que estas mortes estão ligadas umbilicalmente ao caso da policial. O que me admira, é que tantas outras mortes já ocorreram no passado e eu não vi as entidades cobrando maiores providências – ressalvada a mídia e alguns blogs. Mas agora se levantam para a investigação de mortes de bandidos (muitas delas decorrentes de brigas de gangues), como se estas ocorrências pesassem mais na balança do que a morte de pessoas de bem assassinadas pela bandidagem. Já pela morte da Subtenente Sílvia não vi muitas manifestações desses setores, inclusive da Comissão de Direitos Humanos. # Renan e Jader no mesmo saco – Os Senadores Renan Calheiros e Jader Barbalho são acusados pelo lobista Fernando Falcão Soares, o Fernando Baiano, que os envolveu em sua delação premiada dois ex-ministros argentinos no esquema de corrupção da Petrobras. Em depoimento à Procuradoria-Geral da República, o delator afirmou que ele e o ex-diretor da área Internacional da estatal Nestor Cerveró receberam US$ 300 mil cada para que a transportadora de eletricidade Transener fosse vendida a um grupo argentino, entre 2006 e 2007. Baiano disse que também estavam envolvidos na negociação os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Jader Barbalho (PMDB-PA), o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE) e o então ministro de Minas e Energia Silas Rondeau (Governo Lula). # Omissões – Com todo respeito ao Prefeito Alexandre Von, mas não só eu, como tantos outros, consideram que o mandatário se omite e muito nos problemas ligados à prestação de serviços públicos em Santarém por empresas privadas, como é o caso das de telefonia móvel (VIVO, TIM E OI, principalmente), de energia (CELPA), de água (COSANPA), etc. Elas prestam um péssimo serviço, como se Santarém fizesse parte do País mais subdesenvolvido do mundo. A telefonia corta toda hora as chamadas em andamento; a CELPA virou pisca-pisca de Natal, a COSANPA é um Deus nos acuda. Tudo isso cabe ao Prefeito, principalmente exigir respeito ao povo consumidor e cobrar das agências reguladoras providências, o que não vem sendo feito. Todo mundo reclama numa boca só! # Prefeituras na mira do MP – Das 144 Prefeituras do Pará, 55 delas estão sob investigação do Ministério Público do Estado do Pará (MP/PA). A principal acusação que pesa contra os gestores desses Municípios é o desvio de recursos públicos. Para justificar a saída desse dinheiro, que não foi empregado em obras para beneficiar os moradores, eles fraudam processos licitatórios. É o que afirma o Procurador de Justiça cível Nelson Medrado, Coordenador do Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa e Corrupção (NCIC), do Ministério Público do Estado. Ele cita o Portal da Transparência, uma exigência legal para que os moradores das cidades acompanhem a destinação dos recursos públicos. # Agente de trânsito armados – A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou quarta-feira dia 16/12 projeto de lei que muda o Estatuto do Desarmamento para permitir que agentes de trânsito portem armas de fogo em serviço. O texto ainda precisa passar pelo plenário da Casa e, se for aprovado, o porte será permitido aos agentes de trânsito que não sejam policiais da União, Estados, Distrito Federal e Municípios. Para conseguir a licença, os agentes terão que comprovar aptidão psicológica e capacidade técnica para manejar o armamento. Para isso, eles precisarão passar por formação e só poderão usar a arma se o ente federado ao qual estiverem vinculados tiver interesse. Enquanto isso, advogados no Brasil inteiro estão sendo assassinados e não têm direito ao porte de arma. Cadê a igualdade da classe com Juízes e promotores, já que esses podem portar armas? # PEC da bengala – Tomara que esta tal PEC da bengala, aquela que prorroga para 70 anos a aposentadoria compulsória da Magistratura, não seja aprovada, pois isso é um retrocesso para a Justiça do País de vez que, com 65 anos já tem Desembargador falando “nada com nada”, imagine com 70. O pior é que tem muita gente interessada na reforma, inclusive aqui no Pará. Absurdo! # Trecho da Marechal Rondon pede socorro – Os moradores da Marechal Rondon continuam se articulando para pedir serviços de recuperação daquela avenida no trecho entre Santarém Cuiabá até a Almirante Barroso. Eles confiam que o ilustre Secretário de Infraestrutura, Dr. Edilson Pimentel, um dia realize o sonho deles de terem uma rua condigna. # Saídas temporárias de fim de ano – Em Santarém são quase 150 os presos que saíram de forma temporária para o Natal e dia de Ano (bênçãos da Lei de Execuções Fiscais). Os bons presos vão comemorar com suas famílias. Os maus elementos e de periculosidade, que se cuidem, tem gangues que os aguardam e tem a Polícia nos seus calcanhares. Se reagirem, à ordem de prisão na prática de crimes, a resposta será a altura, num ato de legítima defesa e exercício legal de um direito. # O abraço vai para todos os santarenos, sejam de nascimento ou de opção, para que neste Natal recebam as graças de Deus com muita fé, amor, saúde e paz. De ressaltar-se que são os nossos leitores a razão das nossas expressões escritas nesta coluna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *