Madeira doada pelo Ibama é incendiada em Prainha

Madeira em tora pegando fogo em Prainha
Madeira em tora pegando fogo em Prainha

Dois meses depois de uma equipe da 4º Regional de Defesa Civil do Baixo Amazonas (REDEC) fazer a entrega de madeira apreendida em operações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) ao município de Prainha, um incêndio foi registrado no pátio onde estavam armazenadas as toras do produto de origem florestal.
O incêndio aconteceu por volta de 17h, de domingo, 24. De acordo com o comando de Polícia Militar de Santa Maria do Uruará, uma guarnição foi acionada pelo morador conhecido por “Maranhão”, de que algumas pilhas de toras de madeira estavam pegando fogo. Segundo a Polícia Militar, as toras de madeira de lei apreendidas pelo Ibama e doadas ao município de Prainha , estavam sob responsabilidade de fiscalização da Defesa Civil daquele Município.
A Polícia Militar informou que a guarnição foi até o local e constatou a ocorrência. Segundo o morador Maranhão, foi queimado aproximadamente 1.200 m3 (mil e duzentos metros cúbicos) de madeira, que ele foi orientado a proceder junto a Delegacia de Polícia Civil de Prainha. Porém, foi confeccionado um BAPM, pela guarnição da Polícia Militar.
Além de soldados da PM; o delegado Dr. Vicente, que está respondendo pela Delegacia de Polícia do município de Prainha; o Investigador Elder, e uma equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC) de Santarém foram até o local, para de fazer a perícia e desvendar as causas do incêndio.
Informações que chegaram à nossa redação, é que o incêndio pode ter origem criminosa, mas somente após o laudo pericial é que a situação será esclarecida.
A Prefeitura de Prainha esclareceu que a madeira foi doada ao Município, depois de um ano e nove dias que a administração pública solicitou ao órgão, cuja gerência fica em Santarém. A prefeita Patrícia Hage disse à nossa reportagem, que uma parte da madeira doada já tinha sido usada para construção da ponte do Petrópoles, que fica localizada na sede do Município.

ENTREGA DA MADEIRA: De acordo com a 4ª REDEC, no período de 18 a 22 de novembro do ano passado, uma equipe da Regional de Defesa Civil, esteve no município de Prainha, para fazer o acompanhamento dos trabalhos de beneficiamento e transporte da madeira que se encontrava no pátio da madeireira Santa Maria Madeiras Ltda, localizada na vila de Santa Maria do Uruará, no referido Município.

A referida madeira era fruto de uma doação feita pelo IBAMA, onde a 4ª REDEC entrou como mediador do referido processo de doação à Defesa Civil do município de Prainha. Por esse motivo a equipe de técnicos foi destacada para fazer o acompanhamento da primeira etapa de beneficiamento e transporte para a sede do Município, etapa esta que levou 10 dias de produção, gerando aproximadamente 200m3 (duzentos metros cúbicos) de madeira beneficiada.
A equipe de técnicos acompanhou os últimos dias de produção e o carregamento da balsa que fez o transporte até a sede daquele Município.
Toda a atividade também teve o acompanhamento dos responsáveis pelo trabalho junto ao Município, como o vice-prefeito Merinho, o secretário de meio ambiente Eustáquio, o coordenador municipal de defesa civil Fábio Taveira e o técnico da defesa civil municipal Ítalo.
Os serviços seguiram em conformidade com um Plano de Trabalho que o Município apresentou para o Coordenador Regional, Tenente Coronel Cláudio e para a Gerência Regional do IBAMA em Santarém. O Plano seguiu um cronograma e metas de produção, com prazos e execução específica para cada obra a ser atendida.
Segundo a 4ª REDEC, a etapa de produção foi elaborada para atender 04 (quatro) projetos previstos nesse plano de execução. Veja abaixo, o vídeo do incêndio:


Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *