Três pessoas vão parar no PSM vítimas de linha de cerol

Uma das vítimas de linha de cerol chega ao PSM
Uma das vítimas de linha de cerol chega ao PSM

Na tarde desta terça-feira, 26, informações repassadas à nossa equipe de reportagem, dão conta de que pelo menos três pessoas foram encaminhadas para Pronto Socorro Municipal (PSM), após serem feridas com linha de pipa que possuía cerol, em Santarém oeste do Pará.
O fato aconteceu na Praça do Skate, no bairro da Nova República, por volta de 14hs. Um homem que pilotava uma moto e levava uma passageira teve o pescoço atingido pela linha, desgovernado colidiu com outra moto. As vítimas Leandro Freire, Adenildo Soares e Bárbara Amorim estão passando por avaliação médica neste momento.

Outra vítima de linha de cerol chegando no PSM
Outra vítima de linha de cerol chegando no PSM

Ainda no ano de 2015, a Câmara Municipal de Santarém aprovou Lei Municipal que proíbe a produção, comercialização e utilização de cerol. Também restringiu os locais permitidos para brincar de pipa. No entanto, o que se vê por toda a cidade são crianças e adultos que não estão nem aí para Lei, e continuam colocando em perigo a vida de pessoas.
Para o aposentado João Domingos, essa Lei foi engavetada como tantas outras, pois até hoje não se tem notícia se ela realmente foi sancionada pelo Prefeito. “Só depois que houve um grave acidente envolvendo uma pessoa, é que fizeram a Lei, mas a gente observa que nada está acontecendo em termos de fiscalização. Eu gostaria de saber quem é o responsável por essa fiscalização?”, questionou o aposentado.
Fonte: RG 15/O Impacto

Um comentário em “Três pessoas vão parar no PSM vítimas de linha de cerol

  • 27 de janeiro de 2016 em 11:18
    Permalink

    A lei existe proibindo a comercialização e utilização de cerol em linhas de pipas. No entanto para ser cumprida falta fiscalização e principalmente conscientização das famílias, pais e responsáveis por crianças e adolescentes que vivem nas ruas colocando em risco a vida de motociclistas, ciclistas e pedestre. Pais coloquem seus filhos para fazer algo útil na vida e não deixem que eles se tornem marginais, como os muitos que por omissão da família e do Estado, falta de educação/conscientização aterrorizam a população desta cidade.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *