Grupo Olho D`Água apresenta espetáculo “Contos, Cantos e Encantos Amazônicos”

Grupo de espetáculo Olho D`Água
Grupo de espetáculo Olho D`Água

Depois do Sucesso de público com “As Bondosas Mulheres Choradeiras”, apresentado como primeiro espetáculo do ano de 2016 em Santarém, O Grupo de Teatro Olho D’água vem apresentar mais uma vez o espetáculo de contação de histórias intitulado “Contos, Cantos e Encantos Tapajônicos” que tem como principal objetivo levar para cena o imaginário amazônico, também objetiva divulgar a sabedoria popular e mais uma vez levar o trabalho para cena teatral, fechando assim o mês de janeiro com chave de ouro.
O espetáculo é resultado de uma pesquisa realizada em 2009 e 2010 pela atriz e diretora teatral Elizângila Dezincourt, onde o grupo foi beber na fonte da cultura popular e nas histórias das populações tradicionais, ribeirinhos e moradores das cidades de Juruti, Santarém, Oriximiná, Alenquer e Óbidos, resultância de uma bolsa de Pesquisa do IAP no ano de 2010, onde ganhou o prêmio Myriam Muniz de Teatro da Funarte também no ano de 2010, realizando ainda uma circulação regional com esse espetáculo.
Contos Cantos e Encantos Tapajônicos é uma trama, uma teia, uma barafunda de tramóias percorrendo as aventuras do imaginário amazônico, onde o publico verá uma só atriz dando conta de tudo. Como? Narrando. A narração, forma radical da oralidade, depende da presença física dos ouvintes. Contando e apresentando personagens com recursos gestuais, mímicos e de linguagem, a contadora estabelece um pacto de cumplicidade com platéia.
Sua atuação não é identificada com precisão, pois, ora é personagem, ora é a narradora, na coreografia da palavra e na partitura corporal da atriz, que faz questão de ‘‘Misturar’’ essas diversas formas de expressividade proporcional pelo espetáculo.
O grupo fará está apresentação em sessão única, neste último domingo do mês de janeiro, na Casa da Cultura, às 20:00 horas. A produção executiva desta apresentação conta com a assinatura do ator, diretor e produtor cultural Mourrambert Flexa, na Direção: Elder Aguiar; no Elenco: Elizângila Dezincourt Concepção Musical de Adrio Denner.
Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *