Informe RC

BRANCA DE NEVE AO AVESSO

Segundo uma das estórias mais antigas que existem, a bruxa, da Branca de Neve, ficava em frente ao espelho e perguntava: “espelho mágico, espelho meu, será que existe, no mundo, uma mulher mais bonita que eu?” É o caso do ex-presidente Lula da Silva, numa reunião em seu Instituto, político, Lula, com blogueiros amigos, a serviço do PT, em São Paulo, insinuou existir pressão em cima de delatores para ter seu nome citado, se não, não adiantava nada. Incorporado no espírito de Santo Honestino, declarou: “se tem uma coisa que eu me orgulho nesse país, é que não tem uma viva alma mais honesta que eu, nem dentro da Polícia Federal, nem dentro do Ministério Público, nem dentro da Igreja Católica, nem dentro das igrejas evangélicas. Pode ser igual, mas eu duvido”. Quem pratica os atos desonestos dos quais é acusado, junto a seus familiares tidos como milionários, não é a alma que fica vagando no espaço, e sim a matéria. Caso o ex-presidente, de pouco estudo, lesse jornais e revistas, ouvisse noticiários de TVs, conheceria seu prontuário político, não falaria esse rosário de asneiras, num momento em que seu nome é o mais citado nos depoimentos dados na Polícia Federal e na Operação Lava Jato, como o responsável pelo Brasil estar no fundo do poço, tomado de inflação e desemprego, hoje, na casa acima dos 10 milhões, e da quebradeira da Petrobrás. Com todos esses predicados, devia continuar cego e surdo como sempre fez, mas, inquieto, não fecha o bico.

“PERSEGUIDO” POLÍTICO

Por mais de 30 anos, pegando o período da Ditadura Militar (1964 a 1985), quando comecei a me eleger vereador em Santarém, 3 vezes, deputado estadual de 1975 a 1982, chegando à Câmara Federal, posteriormente prefeito, sempre na oposição, no MDB e, logo após, no PMDB, sendo um dos fundadores no estado e criador de todos os diretórios do partido nas regiões do Xingu, Baixo Amazonas e Tapajós, percorria duas vezes por ano todos os municípios, de Porto de Moz a Faro. Confesso que nunca ouvi falar do coronel PM, aposentado, Antônio Carlos Nunes, ter se posicionado uma única vez contra o regime de exceção, pelo contrário, os ex políticos da minha época, lá se vão mais de 50 anos, sabem do coronel, hoje presidente da Confederação Brasileira de Futebol, ter sido comandante da PM em Santarém e prefeito nomeado de sua terra Monte Alegre (Instância Hidromineral), pelas mãos do falecido coronel Alacid Nunes, uma das lideranças da antiga Arena e um dos líderes do governo federal no estado, ligado aos marechais ditadores. Quanto ao fato do coronel Nunes ter recebido uma indenização de mais de 200 mil reais e na posição de ter sido vítima de um ato de exceção de motivação política, por reconhecimentos dos prejuízos sofridos no período da Ditadura Militar, é uma coisa difícil de explicar. Pode haver o processo requerendo o benefício. Por mais que seja justo, difícil é o coronel explicar e a outra parte acreditar. Essa, o seu inimigo figadal, o ex-senador Mario Couto, não sabia. Se soubesse, tinha, quando senador, posto a boca no trombone.

FALTA DE AMOR

Embora fatos como narrados abaixo sejam corriqueiros no Brasil, aqui em Santarém, no bairro do Maracanã, aconteceu um quase idêntico. Um jovem, da “juventude do futuro”, no início de uma manhã de 2013, matou o pai de 43 anos e uma irmã de 20, funcionária do Fórum local, a terçadadas, para roubar e comprar drogas. Em menos de duas horas, o caso foi solucionado pela polícia, e o criminoso, preso e condenado, hoje reside na Penitenciária do Cucurunã. Vamos a um recente: dia 7 deste, a cidade de Altamira viveu dias de comoção social pelo tamanho da tragédia. Um casal de empresários (marido e mulher), ainda jovens, e um filho de 27 anos, foram mortos por asfixia, com uso de fitas plásticas, por 4 homens. Os outros dois filhos foram trancados no banheiro, de onde fugiram por um balancim, e comunicaram à Polícia o ocorrido, que encontrou, de imediato, o carro da filha a 12 km do local. Como nada foi roubado, os policiais saíram à caça dos criminosos. Dia seguinte ao funeral, o filho de 23, de nome Henrique, digitou em seu Facebook: “com muita dor no coração e com ele aos pedaços, não posso deixar de agradecer todo apoio a mim e minha irmã Chiara, que estamos recebendo neste momento. A dor é muito grande, mas meus pais sempre no ensinaram o segredo maior da vida que é amar Jesus no abandono”. Palavras que tocam o coração, né? Concluindo: em menos de 15 dias, os criminosos (4) foram pegos e presos pela Polícia Civil de Altamira e confessaram ao delegado terem assassinado o casal e o filho a mando do filho, autor dos dizeres bonitos no Facebook, que já estava em Goiânia, onde foi preso e já deve ter sido recambiado para o local do crime. Diante de tanta crueldade que corre pelo mundo, cortando milhares de vidas, está faltando amor.

COMO É QUE PODE?

O Brasil é o único país do mundo que tem um senador preso desde novembro de ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), com aval da maioria de seus colegas, acusado, verdadeiro, pelo Procurador Geral da República, de tentar desqualificar os trabalhos da Polícia Federal e as decisões da Operação Lava Jato, de querer, com ajuda de um banqueiro, dar fuga das dependências da Polícia Federal em Curitiba para a Espanha, usando um jatinho, a um ex-diretor da Petrobrás, detentor da delação premiada e com várias condenações na ação penal do Petrolão. O ex-líder da bancada do PT no Senado, Delcídio Amaral, é um político de muita sorte, ou melhor, um privilegiado, não teve ação aberta, no Conselho de Ética do Senado, para explicar seu fantasioso plano de fuga ao ex-colega, e mesmo preso, recebe do Senado R$5.500,00, a título de auxílio moradia. Como é que pode, se na prisão o ainda senador come e dorme por conta do governo?

A FALTA QUE FAZ

De dezembro pra cá, a mídia local e a Justiça têm alertado o prefeito Alexandre Von (PSDB), candidato à reeleição, para as mazelas que tomam conta da cidade, diante dos olhos da população, que testemunham a inércia da administração diante dos braços cruzados dos funcionários bem remunerados de órgãos do 1º e 2º escalão da administração. Vamos a algumas manchetes estampadas nos semanários e blogs locais: Ministério Público do Estado pede à Prefeitura que exerça o poder de polícia e desobstrua calçadas; Prefeitura não cumpre recomendação do MP. Perigo: lixões a céu aberto proliferam pela cidade, fazendo a alegria dos urubus. Bancos e brinquedos da Praça do Pescador estão abandonados e quebrados. Ponte de madeira construída pela ex-prefeita Maria do Carmo, do termino da avenida Borges Leal ao bairro do Maracanã, encurtando distância de quilômetros, das famílias dos bairros ao redor para se deslocarem ao centro da cidade, está há mais de 3 anos sendo destruída. Qualquer dia vem abaixo. Caso a prefeitura contasse com uma Guarda Municipal, parte dessas situações desagradáveis, como puxões de orelha da Justiça, teriam sido evitadas. Como não tem, a tendência é piorar.

MOTOTAXISTA

Difícil calcular o número de mototaxistas que circulam diariamente no trânsito da cidade. Cálculos mais pessimistas estimam acima de 30 mil, maioria sem habilitação, alguns foragidos da Justiça de municípios e estados vizinhos. Parte “mototaxistas” se dedicam ao transporte de passageiros, muitos se aliam a marginais praticando assaltos contra pedestres, onde bolsas e celulares são arrancados e ainda contribuem em manter, parte dos leitos do Pronto Socorro Municipal, de vítimas de suas irresponsabilidades, que são pagas pelo SUS. Vamos ao objetivo: semana passada, o Conselho Municipal de Transporte (CMT) reuniu, a pedido do Sindicato da categoria, dos que exercem a profissão, devidamente legalizados junto à prefeitura, aprovou a proposta de novas tarifas, dividindo a cidade em polos (distância a ser cobrada dos usuários), mas ainda falta o aval do prefeito para ser implementada. Mototaxistas legalizados ou não nunca respeitaram as determinações da SMMT, cobrando indiscriminadamente o preço das passagens, não respeitam tabelas. Quanto à justificativa de aumento de combustível está correto, só que seus instrumentos de trabalho andam de 40 a 50 km por litro, enquanto que um carro faz de 6 a 8 km. Tabela para mototaxista sempre foi potoca, ou seja, não cumprem.

JUSTIÇA DO PIAUÍ

Por diversas vezes, governo e Congresso Nacional, tentaram encontrar um salário mensal que fosse o mais alto que uma autoridade ligada ao governo pudesse receber, os dos ministros do Superior Tribunal Federal foi tomado como base, só que o achado nunca foi materializado. Qualquer ministro ou conselheiro de Tribunais de Contas, presidentes de Tribunais de Justiça nos estados ganham acima dos ministros do Supremo. No Piauí, um dos estados mais pobres do país, deve ser o que melhor remunera os encarregados de fazer Justiça. Dando como exemplo: em dezembro (2015), o desembargador presidente do Tribunal Regional Eleitoral e seu vice receberam próximo a 300 mil reais, fora 150 mil a título de gratificação. A dupla embolsou “em 31 dias de trabalho” próximo a 500 mil. Não tem Brasil que aguente, só o Piauí.

ALTER DO CHÃO

Desde a construção do Sairódromo, em Alter do Chão, e a publicação numa revista do exterior colocando suas praias como as de água doce mais bonita do mundo, impulsionou a edificação de hotéis e dezenas de pousadas com fluxo de turistas de fora da região, aumentando ano a ano atraídos pelas festividades do Sairé e da dança dos botos. Mas ultimamente a queixa é generalizada, dos mesmos serem explorados nos preços dos alimentos pelos barraqueiros da Ilha do Amor em frente à Vila. O exagerado número de barracas, uma próxima a outra, que deviam ser mais afastadas, no mínimo de100 metros, talvez leve a ganancia do lucro exagerado, do péssimo atendimento, falta de higiene e de banheiros químicos para atender os banhistas. Deve estar na hora, no início de inverno, onde as águas cobrem as praias, do setor de Turismo da prefeitura se unir ao Procon e à Vigilância Sanitária para a construção de barracas padronizadas e um cardápio com preços que os visitantes não se sintam assaltados.

ELEIÇÕES

Caso as eleições em Santarém para prefeito fossem em dois turnos justificaria a enxurrada anunciada de postulantes a prefeitura, mas como não é, em função do Programa Biométrico, o mais demorado no estado, que vai redundar, de mais de 200 mil eleitores para um número talvez inferior às municipais de 2012, não tem explicação, a não ser beneficiar as candidaturas mais sólidas e competitivas, como a do atual prefeito, e do ex- estadual, Nélio Aguiar, caso seu nome, através do DEM, com apoio do ex-prefeito Lira Maia, ainda o eleitor de maior prestígio eleitoral no município, seja oficializada. Situação difícil vai passar determinados vereadores candidatos à reeleição, que pelas novas filiações, principalmente no PMDB, como a filiação da esposa, do pretenso candidato, Paulo Barrudada, por determinação dos donos do PMDB, vai tornar difícil a reeleição de um vereador, dada como certa.

PT NA DISPUTA

Certo está o PT que reconhece que com desgaste do partido a nível nacional, assim como o PMDB, se torna difícil sonhar com o retorno a prefeitura. Na sexta (15), com a presença do senador Paulo Rocha, numa sessão plenária, ficou decidido que vai concorrer com a ex-vereadora Socorro Pena como candidata, com plena consciência de não emplacar a eleição, mas aumenta, como cabeça de chapa, as possibilidades de reeleição de Ana Elvira e da sindicalista Ivete Bastos. Caso contrário, fosse se unir a legenda de enforcados, as chances seriam quase zero de eleger um representante na Câmara, o que seria como o partido deixar de existir no município.

ATOS E FATOS

_ CONVERSA FURADA- A presidente Dilma, dando um consolo de seu desgoverno, com índice de aprovação abaixo da inflação: “aquele que está fora do mercado de trabalho (emprego) tem sido a grande preocupação do governo” _ APLICADOS- No país que tem como slogan “Brasil Pátria Educadora”, mais de 50 mil estudantes, candidatos a cursos superiores, tiraram zero na prova de Redação do ENEM. _ ESTÁ PREOCUPADA- Para o educador, senador e ex-ministro, Cristóvão Buarque, a presidente Dilma passa dias distribuindo cargos em troca de votos contra o impeachment. O país não aguenta mais isso. _ FALTA UM- De um eleitor de uma revista semanal: no Presídio de Custódia, nos arredores de Curitiba, onde estão alojados presos da Operação Lava Jato, aguardando julgamento na ação do Petrolão, no Pavilhão 6 da cadeia está faltando o chefe. Verdade. _ AGIAM JUNTOS- Do procurador geral da República, Rodrigo Janot, afirmando em denúncia ao Supremo que as forças políticas que dominavam a Petrobras Distribuidora S/A, praticando gatunagem, eram do senador Fernando Collor, do PTB, e dos Partidos dos Trabalhadores. O procurador pede a cassação do senador por práticas desonestas. Concluiu: os dois grupos agiam de modo conexo. _ ASSUNTO POLÊMICO- Do ex-presidente Lula, criticando sua sucessora, que desde início de janeiro anuncia que seu governo vai materializar a reforma do Sistema Previdenciário: “não é o momento adequado para discutir a reforma da Previdência”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *