Tapajós dispensa técnico e preparador físico

Vitor Hugo foi demitido pelo Tapajós
Vitor Hugo foi demitido pelo Tapajós

Com a derrota no último sábado para o Independente de Tucuruí, por 2 x 1, em pleno estádio Colosso do Tapajós, a diretoria do Tapajós Futebol Clube anunciou na manhã desta segunda-feira, 15 de fevereiro, a liberação do técnico Vitor Hugo Siqueira e do preparador físico Fernando Lima, da comissão técnica da equipe profissional. A partir desta data, os dois profissionais não fazem mais parte do clube nesta temporada.
O auxiliar técnico Caio Simões comandará o treinamento nesta segunda à tarde, no Campo da Borges, no Maicá, a partir das 15h30. A diretoria ainda não se manifestou sobre a contratação de novos profissionais para as duas funções.

Marcos Piter foi campeão pelo Princesa do Solimôes, de Manaus (AM)
Marcos Piter foi campeão pelo Princesa do Solimôes, de Manaus (AM)

TAPAJÓS CONTRATA TÉCNICO MARCOS PITER: O Boto já definiu o novo técnico para a sequência do Campeonato Paraense e foi buscar no Estado vizinho, o Amazonas, seu novo comandante. Marcos Piter foi o escolhido para assumir o Tapajós e chega na tarde desta segunda-feira, 15 de fevereiro, a Santarém onde será apresentado ao elenco e acompanhará o treino no Campo da Borges, no Maicá.
Marcos Francisco Bastos Alexandre, o Marcos Piter, é natural de Manacapuru-AM, tem 42 anos e foi revelado como técnico no Operário, em 2011, além de acumular passagem vitoriosa também pelo Princesa do Solimões, clube pelo qual foi campeão amazonense em 2013 e vice-campeão no ano seguinte, e disputou a Copa do Brasil.
No ano passado, o treinador esteve à frente do Penarol durante o Amazonense e depois reassumiu o Operário para disputar a Copa Amazonas. Como jogador, o novo técnico do Boto defendeu vários times do estado vizinho, como o São Raimundo, o Nacional e o Rio Negro.

Fonte: RG 15/O Impacto e Gustavo Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *