NOVO PORTAL – PARQUE DA CIDADE ABANDONADO

É triste e lamentável vê-se o estado em que se encontra o Parque da Cidade que – diga-se, a bem da verdade – na época da Maria do Carmo era como se fosse a menina dos olhos da então Prefeita, de tão arrumado, zelado, conservado, iluminado e bem freqüentado. Hoje, é uma sujeira completa, com iluminação falha, sem qualquer conservação ambiental dentro e fora do mesmo, inclusive no “Espaço Pérola”, com resto de lixo deixado pelos eventos que ali são realizados. Não é possível que o Prefeito saiba de tanto descaso, posto que, o Parque é para os santarenos, o local de caminhadas, de esportes diversos e de lazer. No entanto, ultimamente, o espaço público cedeu lugar para o desleixo total. Que pena!

PARTIDOS POLÍTICOS X DIVISÃO DO BOLO

Na primeira eleição sem financiamento de empresas no País, candidatos a Prefeito das principais cidades cobram das direções dos partidos prioridade no repasse dos recursos do Fundo Partidário para bancar suas campanhas. Concorrentes têm esbarrado nos critérios que as cúpulas das legendas começam a definir para o rateio da verba, que totalizará R$ 819 milhões neste ano. Dirigentes de pelo menos cinco partidos – PSDB, DEM, PP, PSB e PR –  afirmam que pretendem atender principalmente campanhas a Prefeito em capitais e em importantes cidades para as cúpulas. O secretário-geral do PSDB, deputado Silvio Torres (SP), afirmou que a legenda fez uma poupança com recursos do fundo. A prática que os partidos políticos querem implementar nestas eleições – agora com mais rigor na fiscalização – levará a uma grita geral dos candidatos de pequenos Municípios, o que pode gerar ações na Justiça Eleitoral na busca do princípio da igualdade que devem primar todos os partidos no trato com os seus candidatos. Evidentemente, candidatos de capitais e de grandes cidades carregam consigo um maior número de eleitores que podem influenciar no pleito a Governador, Senador Presidente da República que ocorrerá em 2018.

GANHANDO PONTO: O Tribunal de Justiça do Estado do Pará, que deu posse a 10 novos Juízes substitutos, aprovados que foram no último concurso realizado em 2014. Os novos juízes são: Roberto Botelho Coelho, Luisa Padoan, Juliano Dantas Jerônimo, Jacob Arnaldo Campos Farache, Haendel Moreira Ramos, Marcello de Almeida Lopes, Álvaro José da Silva Sousa, Ana Carolina Barbosa Pereira, Juliano Muzuma Andrade e Ênio Maia Saraiva. A sessão de posse dos novos magistrados foi dirigida pelo Presidente do Tribunal de Justiça do Pará, Desembargador Constantino Augusto Guerreiro, quinta-feira (28/07), no Plenário Oswaldo Pojucan Tavares, na sede do TJ/PA. Também na oportunidade se deu o vitaliciamento dos juízes de direito substitutos, Roberto Rodrigues Brito Júnior, João Valério de Moura Júnior, Arnaldo José Pedrosa Gomes e Andrew Michel Fernandes Freire.

PERDENDO PONTO: A empresa ETEC que foi contratada pelo Estado para fazer a recuperação da Rodovia Everaldo Martins (acostamento e operação tapa buraco), que liga Santarém a Alter do Chão e que depois de vários meses de atraso realizou naquela rodovia um péssimo trabalho não só na construção do acostamento como na recuperação da malha asfáltica esburacada. Hoje, quem passa por aquela estrada constata que, de acostamento, praticamente nada foi feito, e da recuperação do leito asfáltico, restou vários locais já danificados depois dos trabalhos recentes, onde se pode notar que os serviços mal feitos fizeram com que o asfalto cedesse em vários lpontos, obrigando a se fazer tudo de novo. Como se brinca com o dinheiro público, fazendo um serviço de baixa qualidade, muito embora receba por ele uma grande quantia? Quem passa na Everaldo Martins, mesmo um leigo, sabe logo que os serviços de recuperação que a ETEC fez deixou a Rodovia ainda mais perigosa. De novo, a ETEC volta para recuperar o que recuperou mal. É um absurdo!

PONTUANDO: # Danificando o asfalto – Como se não bastasse o péssimo estado em que se encontra a Rodovia Everaldo Martins, mesmo depois dos também péssimos serviços feitos pela Construtora ETEC, agora o leito da rodovia está sendo mais destruído com as várias e várias caçambas carregadas de seixo, pedra, aterro que por ali trafegam. Para uma via cujo asfalto já é bem velho e estar ressecado pelo sol, o tráfego de veículos pesados, como vêm ocorrendo vai acabar de vez com o que ainda resta.  # Fiscalização em Alter – Tomei conhecimento de que já no último fim de semana de férias, a senhora Secretária de trânsito designou alguns agentes para fiscalizar o fluxo de veículos na Vila de Alter do Chão, aonde alguns agentes orientavam os motoristas, impediam atos de direção perigosa e outras ações. Disseram-me, porém, que a área da Praça de frente da Igreja foi bloqueada para o trânsito, principalmente a Lauro Sodré, onde ninguém podia entrar ou sair. Ai eu pergunto: E quem tem casa naquela rua, como chegar, se ela é contramão no sentido poente/nascente? Eu, por exemplo, tenho casa bem próxima à Igreja. Como chegaria lá? Acho que tem que haver uma melhor estratégia de fiscalização. # Dobradinha da vantagem – Disseram-me que um prestador de serviço público divide seus proventos com outra pessoa de maior escalão e que o indicou para vários órgãos públicos. A grana é alta e uma pessoa ganha para dois. Logo, logo, a bomba vai estourar. # Rastreando a verba – A Justiça Eleitoral vai ter que rastrear a grana que um candidato vai gastar nas eleições de outubro. É que já existe um rastilho de pólvora indicando que a grana vem bem de longe. Com certeza haverá pedido de investigação. # Bombeiros / Prevenção – O Corpo de Bombeiros fez um excelente trabalho nestas férias de julho evitando vários casos de afogamento etc. A corporação se fez presente em todos os balneários de maior movimento. Com isso, deu aos banhistas a segurança protetiva para os que buscavam na água momentos de lazer. # Proliferação das Drogas – Quem diria, Santarém virou um antro de traficantes e drogados. Tudo começou na cidade e se estendeu pelas comunidades de toda a área do Município. Você vai a qualquer comunidade e tem tráfico de drogas dos mais pesados, como consequência, assaltos, homicídios, estupros, etc. Tudo isso, porque num passado recente a droga se infiltrou no nosso Município e as autoridades fizeram vista grossa. Hoje, amargam as suas apatias.  # Gato escaldado com medo de água fria – A Petrobras Distribuidora (BR Distribuidora) está pedindo na Justiça a anulação de contrato com a empreiteira WTorre para a construção de um terminal de distribuição de combustíveis em Rondonópolis (MT). A empresa suspeita de que houve pagamento de propina com sobrepreço e dispensa de licitação na compra do terreno repassado à construtora. A suspeita surgiu em investigação interna da BR Distribuidora em decorrência da Operação Lava Jato. Avaliado em R$ 300 milhões, o empreendimento está sendo erguido há mais de um ano pela WTorre, a mesma empresa que construiu o novo Estádio do Clube Palmeiras e o Shopping JK Iguatemi, em São Paulo. # Repasses aos Partidos – Entre repasses do Fundo Partidário e renúncias fiscais para bancar a propaganda no rádio e na TV, os mais de 30 partidos políticos brasileiros custaram aos cofres públicos cerca de R$ 9,4 bilhões nos últimos dez anos. Esse valor equivale ao da obra mais cara da Olimpíada do Rio: a construção da linha de metrô entre Ipanema, na zona sul, e a Barra da Tijuca, na zona oeste, com 16 quilômetros de extensão. Além da propaganda eleitoral e partidária na TV, esses recursos custearam aluguéis de sedes, viagens de dirigentes, compra de equipamentos e pagamento de pessoal de todas as legendas – desde as mais influentes nos rumos do país, como PT, PMDB e PSDB, até os vários “nanicos” que atuam como coadjuvantes no Congresso Nacional e nas Assembleias Legislativas. # Governo falhando – O Ministério Público Federal enviou documento à Justiça Federal informando que desde janeiro de 2016 o governo brasileiro repassou apenas uma parcela mensal ao Estado do Pará dos recursos necessários para a manutenção do PROVITA – Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas de Morte. O atraso nas verbas coloca em risco as vidas de 24 pessoas que estão incluídas no Programa. Como se brinca com a vida alheia. # Mais aumento de energia – A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) autorizou a CELPA a reajustar as tarifas de energia elétrica de milhões de Unidades Consumidoras, na ordem de 7,55% para os consumidores residenciais e 7,38% para as indústrias. O aumento passa a vigorar a partir do dia 07/08/16, e foi dado com base na variação de custos que a concessionária teve no decorrer do ano. # Buscando corrigir o erro do Min. Toffoli – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recorreu contra a decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Dias Toffoli que colocou em liberdade ex-ministro Paulo Bernardo, preso na Operação Custo Brasil, um desdobramento da Lava Jato. Para o procurador-geral, a decisão de Toffoli não respeitou o devido processo legal e há elementos jurídicos que justificam a prisão preventiva do ex-ministro. Segundo Janot, existe risco de Paulo Bernardo voltar a cometer crimes e até mesmo prejudicar as investigações. O procurador-geral aponta que o ex-ministro tem tentando esconder seu patrimônio para evitar a ação da Justiça.  # Asfaltamento de última hora – Que bom que estamos nas proximidades das eleições de outubro vindouro, pois só assim, a cidade fica revitalizada em termos de asfaltamento de vias públicas, tal como está acontecendo em várias frentes de trabalho que o Prefeito Alexandre Von está realizando (para ser justo os serviços estão bem feitos, com certeza tem a mão do Secretário Edilson Pimentel). Esperamos 04 anos para que certas obras fossem iniciadas, e só agora temos a satisfação de vê-las, se não concluídas, bem adiantadas. Só acho que, se a intenção é a colheita de votos, o resultado não será o esperado. # Sem reconhecimento – Quando Lira Maia foi Prefeito, asfaltou várias ruas até então de trânsito intrafegável, tornou a Moaçara numa bonita avenida. Ao se candidatar para concorrer na reeleição de Maria do Carmo, foi derrotado. O pior, muito dos votos contrários a ele saíram das pessoas residentes nas ruas e avenidas que ele havia asfaltado às quais iluminou e fez outros melhoramentos. Quando o povo não quer não adianta forçar! # O abraço vai para o grande José Maria Tapajós, que também é leitor desta coluna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *