Perigosos bandidos fogem da penitenciária

Susipe divulgou as fotos de 12 do total de 13 presos que conseguiram fugir
Susipe divulgou as fotos de 12 do total de 13 presos que conseguiram fugir

A Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe), juntamente com a Polícia Civil estão apurando informações sobre mais uma fuga em massa registrada no Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, na comunidade de Cucurunã, em Santarém, oeste do Pará.

De acordo com informações, a fuga cinematográfica aconteceu por volta de 3h30, de quarta-feira (5), quando um grupo de 13 presidiários, aproveitando-se de um apagão geral de energia na casa penitenciária, conseguiram fugir por um túnel. Em ato contínuo, seguiram em direção à mata que cerca o complexo penitenciário.

Acionada a concessionária de energia; a equipe de trabalhadores reestabeleceu a energia por volta de 5h. Segundo os técnicos, alguém jogou uma corrente de aço na rede elétrica, ocasionando assim curto circuito.

Ainda na manhã de quarta-feira (5), a Susipe solicitou apoio do Grupo Tático Operacional (GTO) para realizar e recontagem dos presos, e logo em seguida fez a identificação dos que conseguiram fugir. São eles: André Cabral, Arnaldo Brito, Carlos Haroldo, Erivelton Marinho, Glendson Gomes, Jackson Sousa, Joabe Nonato, Joelison Souza, Julio Silva, Luiz Almeida, Roniele Pereira, Walmir Rodrigues e Cleber Torquato (sem foto). Entre eles, tem assaltantes, homicidas e traficantes.

A Polícia não descartou a possibilidade de facilitação, uma vez que os fugitivos tiveram acessos a materiais e utensílios, primeiramente para escavar o túnel, e depois para ocasionar o apagão elétrico.

Até o fechamento desta edição, nenhum preso foi recapturado. Os órgãos de segurança solicitam apoio da população. Quem tiver qualquer informação sobre os fugitivos pode ligar para o Disque-Denúncia, no 181, ou denunciar pelo WhatsApp da Susipe, no (91) 98814-1218. O sigilo é garantido.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO NO RESIDÊNCIAL SALVAÇÃO: No último final de semana, a PM foi acionada por moradores do Residencial Salvação. Segundo informações, um jovem foi vítima de tentativa de homicídio, quando recebeu um golpe de terçado na região da cabeça, desferida por um homem conhecido por “Tampe”. A vítima de pré-nome Rafael teria passado a noite toda bebendo com amigos e depois de uma confusão recebeu um golpe de terçado na cabeça. A vítima foi socorrida por um equipe do Samu, e foi encaminhado para o PSM.

POPULAÇÃO CAPTURA DOIS BANDIDOS LOGO APÓS ASSALTO: O caso aconteceu próximo à esquina das ruas Angélica e Afonso Pena, no bairro do Jardim Santarém. Após renderem duas moradoras que acabavam de sair de casa, uma dupla de bandidos de posse de uma faca ameaçaram as vítimas, que na ocasião estavam com uma criança de apenas um ano e meio. De acordo com o relato das vítimas, um dos bandidos chegou a ameaçar a criança, colocando uma a faca do pescoço da mesma.

Para surpresas dos assaltantes, populares que observavam os criminosos, conseguiram capturar os bandidos, no momento em que eles pretendiam fugir do local do crime em uma motocicleta.

Alguns moradores mais exaltados iniciaram um linchamento, o que foi contido logo depois, por outros moradores. Acionadas as equipes do Samu e da Polícia Militar; os socorristas chegaram ao local antes dos policias, o que causou mais revolta nos populares, que em forma de protesto, não permitiram que os dois assaltantes recebessem atendimentos médicos.

Os bandidos capturados pela população, somente saíram do local, com a chegada da guarnição da PM, que conduziu os mesmos para a 16ª Seccional de Polícia Civil. Porém, antes de serem apresentados na Polícia Civil, passaram por atendimento médico no PSM.

HOMEM É PRESO APÓS AGREDIR A ESPOSA: Um homem foi preso por violência doméstica após agredir a esposa na noite de terça-feira (4), no bairro Vitória Régia, em Santarém. Segundo informações da Polícia, o agressor estava alcoolizado quando cometeu o crime. De acordo com a Polícia Militar (PM) a vítima acionou a PM, que encaminhou o caso para a 16ª Seccional de Polícia Civil, onde registrou o Boletim de Ocorrência (BO). No depoimento, a esposa confirmou ter sido agredida pelo marido, que estava na rua e voltou pra casa embriagado e violento.

SANTARÉM É LÍDER EM CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: Santarém é o município do interior do Estado com maior número de Boletins de Ocorrência (B.O) registrados na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). Foram 578 no primeiro semestre de 2016. A Promotoria de Justiça de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher recebeu de janeiro a julho deste ano, 2.693 inquéritos policiais e 1.050 processos judiciais oriundos da Vara da Violência Doméstica.

Os dados de ocorrências são da Polícia Civil do Pará, que consolidou os números das 15 unidades de atendimento especializado à mulher no interior do Estado, e da capital. Nas unidades do interior, no primeiro semestre de 2016, Santarém é a primeira em número de boletins, seguida de Altamira, Marabá, Itaituba e Castanhal. No mesmo período em 2015, Santarém também apresentou maior número – 507 ocorrências.

Os números refletem não somente o quadro de violência, mas, também, a conscientização das mulheres em denunciar. No primeiro semestre, foram 572 medidas protetivas solicitadas pela delegacia.

Os dados em Santarém apontam 578 ocorrências no primeiro semestre, registradas na delegacia da Mulher. Porém, o número é maior, pois não há plantão nos fins de semana e as vítimas acabam registrando boletins em outras delegacias. Isso resulta no alto índice de inquéritos policiais recebidos na promotoria: 2.693 entre janeiro e julho deste ano. Nesse total estão incluídos novos inquéritos e os devolvidos após diligências.

A ausência de plantão nos finais de semana é um problema no Município. “Já fizemos inúmeras solicitações ao delegado Geral para criar o plantão”, informa a Promotora de Justiça Luziana Dantas.

Para enfrentar essa realidade, a rede de atendimento às vítimas de violência doméstica e familiar tem se consolidado nos últimos anos em Santarém, com a participação do Ministério Público, Deam, centro Maria do Pará, secretarias municipais de Trabalho e Assistência Social e de Saúde, Instituto Federal do Pará (IFPA), Propaz, e Alcoólicos Anônimos (AA). Além do atendimento em Santarém, há um projeto itinerante que leva a equipe à zona rural e ribeirinha do município.

Para a Promotora de Justiça Luziana Dantas, os números do Município mostram que questões precisam ser enfrentadas. “Questões de gênero, principalmente entre os jovens, a fim de diminuir a desigualdade, e tratamento para os viciados em álcool e drogas”, afirma.  Nesse sentido, a rede de atendimento tem parceria com o grupo Alcóolicos Anônimos (AA), que participam das ações e recebem casos encaminhados pela equipe.

Por: Edmundo Baía Júnior

Um comentário em “Perigosos bandidos fogem da penitenciária

  • 14 de outubro de 2016 em 00:19
    Permalink

    Sou eu que tenho duas manções em goiania, fazenda e Casa de Praia no rio. Eh teu pai Malu.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *