Denúncia – Tabocal virou paraíso de traficantes e da bandidagem

Vereador Erasmo Maia critica mudan+ºa de ag+¬ncia
Vereador Erasmo Maia.

O vereador Erasmo Maia (DEM) falou ao jornal O Impacto da necessidade de maior fortalecimento na segurança, nas comunidades e na sede do Município. “Principalmente na comunidade Tabocal, na região do planalto santareno, onde se produz alimentos hortifrutigranjeiro, e talvez por conta do tamanho da comunidade, que comporta 2 mil famílias que lá residem já se torna um bairro da cidade de Santarém. Por conta disso, o tráfico de drogas está tomando conta da comunidade. Existem pessoas que estão saindo de outros bairros e vendendo drogas na comunidade Tabocal, com mais facilidade, pois os órgãos de segurança pública, como Polícia Militar e Polícia Civil, não costumam estar com frequência na comunidade. Devido a essa urbanização mais acentuada nos últimos tempos, a comunidade Tabocal vem sofrendo com ação de vândalos, assaltos, assassinatos, em decorrência não apenas do uso do álcool, como também das drogas”, destacou Erasmo Maia.

O Vereador revelou que na comunidade Tabocal “os traficantes estão alugando até imóveis para poder fazer tráfico de drogas com mais tranqüilidade. Espero que a Polícia Civil e Polícia Militar e até a Polícia Rodoviária Federal, estejam de olho na ação dos bandidos na comunidade”, alertou o Vereador.

GOVERNO COM MENOS SECRETARIAS: Erasmo Maia também falou da necessidade em diminuir o número de secretarias municipais. “Isso é uma defesa pessoal, minha; pois temos que enxugar a máquina pública municipal. Temos que analisar que o País passa por uma mudança muito grande em relação a crise financeira e o governo Federal está aprovando uma PEC onde reduz e limita os gastos públicos. O município de Santarém tem que fazer sua parte, acompanhando essa mesma lógica. Existe a Lei de Responsabilidade Fiscal, obviamente, mesmo assim temos que seguir essa linha. Não se pode gastar mais do que se arrecada”, destacou  o Vereador.

GOVERNO NÉLIO AGUIAR: Em declaração ao jornal O Impacto, Erasmo Maia comunicou que o prefeito eleito Nélio Aguiar logo após as eleições, esteve na capital paraense em reunião com o governador do Estado, Simão Jatene, em busca de recursos e soluções para os problemas mais cruciais que possa encontrar em sua administração, como abastecimento de água, saúde, conclusão das obras do Estádio Colosso do Tapajós, e outros. Na caminhada em busca de recursos, o Prefeito eleito esteve na Capital Federal, onde se reuniu com a bancada do DEM na Câmara Federal.

Erasmo Maia antecipou que houve também reunião do Prefeito eleito com técnicos da Rede Celpa. “Existe uma necessidade muito grande na expansão da extensão de energia para beneficiar famílias carentes; uma necessidade da empresa Rede Celpa em cuidar muito mais da questão das constantes oscilações de energia, que tem prejudicado principalmente aos que produzem, como as empresas, supermercados, serrarias e até residências onde equipamentos, eletrodomésticos são queimados”.

O Vereador do DEM ressaltou que “essa é uma questão muito séria e que o Prefeito eleito tem obrigação de cobrar junto à Rede Celpa e que a empresa possa oferecer um serviço de melhor qualidade”, destacou Erasmo Maia.

GOVERNADOR DEVERIA INVESTIR MAIS NA SEGURANÇA DA REGIÃO: “Não podemos mais aceitar o que está acontecendo em Santarém. Antes a violência se limitava a área urbana, de uma forma muito localizada. Hoje está generalizada, avança sobre as comunidades do Planalto santareno”, este foi o alerta em forma de desabafo, feito pelo vereador Luiz Alberto da Cruz ao jornal O Impacto. Em sua opinião, entre tantas comunidades prejudicadas está a Vila balneária de Alter do Chão, “que hoje vive uma tensão, uma sensação de insegurança permanente”, citou o parlamentar municipal. Em seu entender, a Câmara Municipal deveria se unir no sentido de “pressionar o governo do Estado, o poder público para investir mais em segurança para que nossas famílias possam voltar a ter a tranquilidade que antes possuíam”, disse Luiz Alberto. “Santarém era uma cidade pacata, boa para se viver e hoje ainda é uma cidade maravilhosa, porém, infelizmente convive com a insegurança e cada família tem a preocupação se vai ser a próxima vítima da violência urbana”, citou o edil.

FALTAM INVESTIMENTOS: Luiz Alberto destacou que as instituições de segurança, Polícia Civil e Polícia Militar, estão fazendo sua parte, mas falta maior incentivo. “Infelizmente sem os investimentos necessários, o que os deixa sem condições de combater esse avanço da criminalidade no município de Santarém”, enfatizou o Vereador.

“Nós temos um quadro muito bom, tanto na Polícia Civil quanto na Militar, com pessoal capacitado, mas infelizmente está faltando mais investimentos. A gente percebe, falta mais investimento no aumento do efetivo, um número insuficiente para desenvolver atividade a contento e faltam investimentos inclusive no aparelhamento dessas polícias, para que tenham condições em fazer um trabalho bem melhor do que hoje fazem”, destacou o Vereador.

Por: Carlos Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *