Acidente entre caminhão e ônibus deixa 20 mortos e vários feridos no Paraná

tragedia-deixou-varios-mortos-e-feridos-no-para
Tragédia deixou vários mortos e feridos no Paraná

Um acidente entre um ônibus e um caminhão matou pelo menos 20 pessoas e deixou dez feridas na rodovia PR-323, em Cafezal do Sul, no noroeste do Paraná, na manhã desta segunda-feira. Com o impacto da batida, os veículos pegaram fogo. A informação dos óbitos foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Umuarama.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, o ônibus pertencia à Secretaria Municipal de Saúde de Altônia. O coletivo levava pacientes para fazer uma cirurgia de catarata no Hospital dos Olhos, no município de Umuarama. Também havia acompanhantes no coletivo.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual, o ônibus que saiu por volta das 5h30 de Altônia em direção a Umuarama bateu de frente com o caminhão. Após a colisão, o coletivo foi arrastado pelo caminhão e pegou fogo.

Entre os mortos, um era o motorista, que retornava de uma entrega de leite no município de Cruzeiro do Oeste, e 19 estavam no ônibus. Um caminhão do Corpo de Bombeiros e pelo menos dez ambulâncias foram enviadas ao local para apagar o incêndio e auxiliar no socorro aos feridos. Dez pessoas feridas foram encaminhadas ao hospital Cemil em Umuarama.

Entre os passageiros do ônibus, apenas uma mulher foi atendida no local, mas sofreu parada cardiorrespiratória. As outras vítimas morreram carbonizadas. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Umuarama.

Parentes e amigos das vítimas passaram o dia percorrendo hospitais e o IML em busca de notícias. Creuza dos Santos Barragam procurava por informações da irmã no Hospital Cemil, mas não encontrou o nome dela na lista de feridos.

— O nome da minha irmã não está na lista dos feridos, então acredito que ela não resistiu e morreu. Deus vai dar o consolo. Essa situação é muito difícil porque ela está deixando um filho de 16 anos, que não tem pai — lamentou, em entrevista à TV Globo.

O prefeito de Altônia, Amarildo Ribeiro Novato (PDT), cidade em que os passageiros do ônibus moravam, decretou luto oficial de três dias na cidade. As causas do acidente serão investigadas.

Fonte: O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *