Ricardo Gomes é demitido após treino do São Paulo

O São Paulo demitiu o técnico Ricardo Gomes após o treino do time, na manhã desta quarta-feira. A decisão de não contar mais com o treinador foi após conclusão da diretoria de que ele não seria o nome mais adequado para o clube em 2017.

Ricardo Gomes chegou ao Morumbi em agosto, depois de deixar o comando do Botafogo. Ele substituiu o argentino Edgardo Bauza, que foi embora do clube para dirigir a seleção de seu país. Com Gomes o tricolor paulista viveu momentos complicados no Campeonato Brasileiro e chegou a correr risco de rebaixamento. Em 18 jogos no comando do time, o técnico teve só 42,59% de aproveitamento, com mais derrotas (sete) do que vitórias (seis), e foram ainda cinco empates.

O técnico nunca teve paz para trabalhar no São Paulo. Apresentado em agosto, ele chegou que havia deixado o Tricolor para assumir o comando da seleção da Argentina. Só que sempre foi questionado pelos torcedores, principalmente porque não conseguiu fazer o time evoluir dentro de campo. No Brasileirão, a equipe do Morumbi sofreu com o risco de rebaixamento e só se livrou dessa ameaça na última rodada, quando o Internacional perdeu para o Corinthians em Itaquera.

Quem anunciou a demissão de Gomes foi o diretor executivo Marco Aurélio Cunha.

– O São Paulo Futebol Clube anuncia que teremos uma mudança no comando técnico. Ricardo Gomes e o auxiliar Luiz Otávio deixam o clube. Agradecemos o trabalho. Vamos começar novos planos dentro da nossa ideologia para 2017. O Pintado será o treinador interino para os jogos que faltam e na pré-temporada para a Flórida Cup teremos o novo treinador – afirmou o dirigente.

ROGÉRIO CENI

O auxiliar técnico Pintado comandará o time interinamente nos dois jogos restantes do São Paulo no Brasileiro, contra o Atlético-MG, neste domingo, e o Santa Cruz, no outro fim de semana.

Muito tem sido comentado no Morumbi sobre a possibilidade de o ídolo Rogério Ceni, que se aposentou do gol no fim do ano passado, assumir como técnico do São Paulo. Mas a diretoria ainda não se manifestou sobre a possibilidade de isso já acontecer em 2017. Ceni fez curso para técnicos na Inglaterra e visitou na Europa como Manchester City, Liverpool, Chelsea, West Ham, Arsenal e Sevilla.

Fonte: O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *