Descaso – Ruas abandonadas revoltam motoristas e moradores

O abandono da Rua Belo Horizonte, a principal via de ligação da Grande Área do Santarenzinho com os bairros Matinha, Nova República, Floresta e o Planalto Santareno revolta condutores de veículos. Lama e buracos tomam conta do trecho da Belo Horizonte, localizado entre a Rua Contorno, na Matinha, e a Ponte da Toca da Raposa.

Moradores da via dizem que convivem com o odor da água que escorre das casas e observam a todo o momento a revoada de urubus que saem dos pontos de lixo acumulado.

Quem passa pelo local se surpreende e tem a impressão de que a Rua Belo Horizonte sofreu um bombardeio, devido a grande quantidade de buracos existentes na via. O fato dos veículos terem que dividir espaço com mato e buracos preocupa os motoristas. Segundo eles, a falta de segurança no local também é um problema. Os buracos estão por toda parte da via, e também nas ruas próximas, onde a maioria delas continua sem pavimentação.

A doméstica Aldenira Santana sofre com as condições precárias da rua. Em frente à residência dela tem um buraco que acumula muita lama e quando os veículos não passam devagar, o líquido é lançado para dentro do imóvel. “A frente da minha casa é todo tempo só lavando. É lama terrível, desce uma água de peixe que não tem quem aguente ficar dentro de casa. A gente tem que ir pro quintal porque é fedida”, diz a dona de casa.

Além da falta de infraestrutura da rua, Aldenira lembra que ainda tem a falta de compreensão dos moradores que jogam lixo em locais inadequados. “Tem lixo na rua, é pedaço de pau que jogam, restos de comida, e tudo isso deixa a gente quase sem condições de morar aqui. É horrível, só quem mora aqui é quem sabe o que a gente passa. Eu, principalmente, porque a lama é em frente a minha casa”, relata Aldenira.

Além da Rua Belo Horizonte, outras vias de Santarém também apresentam precárias condições de trafegabilidade. Em diferentes pontos da cidade, como na rodovia Fernando Guilhon, os condutores de veículos reclamam de problemas causados por buracos. Quem entra em uma oficina mecânica da cidade se depara com a grande quantidade de veículos apresentando problemas por conta da péssima condição da malha viária.

Viver em Santarém não é nada fácil. Ruas esburacadas, mato, sujeira e falta de iluminação pública fazem parte do cotidiano dos moradores dos bairros Nova República, Santarenzinho, Maracanã e Grande Área da Prainha. O cenário transmite a impressão de que o local simplesmente não existe para a Prefeitura da cidade. “É muito caótica a situação da gente. Esse bairro é abandonado até na questão da segurança. À noite, a maioria das ruas aqui, são todas escuras”, conta a trabalhadora Laudicéia Silva, moradora do bairro Nova República.

A Prefeitura de Santarém informou que as demandas das ruas dos bairros Matinha e Santarenzinho foram encaminhadas às equipes responsáveis pelos trabalhos de reparo na cidade, mas ainda não há previsão de quando o local receberá serviços de melhoria.

Fonte: RG 15/O Impacto

2 comentários em “Descaso – Ruas abandonadas revoltam motoristas e moradores

  • 29 de novembro de 2016 em 00:15
    Permalink

    vamos falar a verdade … falta vereador

    Resposta
  • 28 de novembro de 2016 em 22:16
    Permalink

    Vamos falar a verdade… Santarém é um favelão. Tem alma mas o corpo…….

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *