Descaso – Cratera no bairro da Floresta revolta moradores

A menos de um mês para ocorrer a troca de comando na Prefeitura de Santarém, no oeste do Pará, os moradores do bairro da Floresta clamam por melhorias no local. Os moradores apontam que enfrentam diariamente diversas dificuldades por conta da má qualidade da malha viária do bairro, como uma cratera localizada na esquina das ruas Eurico Dutra e José de Aquino.

Segundo os comunitários, a cratera se formou depois que uma ponte de madeira foi desativada e, que havia a promessa da Prefeitura de construir outra no local. Porém, de acordo com os comunitários, a promessa foi esquecida e a ponte abandonada, resultando na impossibilidade do tráfego de veículos nas duas vias.

“Aqui não passa nem carroça de boi. Esse buraco aumentou depois que tiraram a ponte. Houve a promessa da Prefeitura de construir uma ponte nova, mas já se passaram seis meses e nada foi feito. Ficamos agora assim, presos dentro de nossas próprias casas, praticamente impossibilitados de sair, porque ninguém consegue trafegar aqui, por causa desse buraco”, declarou revoltado o vigilante Nelson, morador da Floresta.

Ele acrescenta que os serviços básicos não chegam até os moradores do local, devido à impossibilidade do tráfego de veículos. “Se alguém adoecer aqui, simplesmente não dá para entrar uma ambulância. Se houver algum problema de violência, fica impossível entrar uma viatura da Polícia aqui. Então, estamos vulneráveis a tudo e a Prefeitura nos esqueceu completamente”, disparou o vigilante Nelson.

O morador Paulo Rocha revela que o problema é antigo e, que a comunidade já se reuniu com o Secretário de Infraestrutura do Município, Edilson Pimentel, para discutir sobre a situação da ponte, mas até o momento o problema não foi resolvido. “A gente vem falando sobre essa ponte. Já tivemos reunião com o titular da Seminfra e no mesmo dia da reunião, ele mandou um rapaz tirar medida e com 15 dias essa madeira chegaria aqui para fazer uma nova ponte. Já se passaram seis meses, já vamos entrar no inverno e não entraram as máquinas que nos foram prometidas para fazer a rua. Foi feita uma drenagem aqui, mas foi paga pela comunidade, para o trator ajeitar”, afirmou Rocha.

ABANDONO: A falta de infraestrutura em diferentes ruas do bairro da Floresta tem gerado transtornos à população. Os moradores da área alertam que se aproxima o período chuvoso (inverno amazônico) e, que os problemas deverão aumentar em várias vias do bairro, com acúmulo de lixo e lama, além de buracos, que prejudicam a passagem de veículos e pedestres.

A moradora Eurides da Silva afirma que as famílias já solicitaram ao poder público melhorias para as vias do bairro, mas até o momento nenhuma providência foi tomada. “Até agora nada. Se falássemos e no outro dia viessem fazer, tudo bem, mas não fazem nada”, criticou.

Além dos buracos que tornam impossível o tráfego de veículos, mato, lama e esgoto prejudicam os moradores. Com o mato praticamente entrando nas casas, os moradores mesmos resolveram capinar. “Não só capinei como passei três dias trabalhando o dia todinho para abrir esgoto e ver se diminuía essa água”, reclamou o aposentado Nelson Alves.

Nossa reportagem entrou em contato com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) para um posicionamento sobre a situação no bairro Floresta, mas não obteve retorno.

Por: Jefferson Miranda

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *