Assassino de professor é preso pela Polícia de Oriximiná

Uma Operação-conjunta realizada pelas polícias Civil e Militar, na madrugada desta quinta-feira (15), resultou na prisão do principal suspeito de matar o professor Ardson Ferreira, de 33 anos, fato ocorrido no dia 09 deste mês.

Após muitas buscas, os policiais conseguiram prender Luan Tavares do Rosário, de anos. O criminoso estava escondido na comunidade do Murta, há 52 km da Estrada do BEC. Luan foi levado para a Delegacia de Polícia de Oriximiná, onde presta depoimento.

FATOS: Ardson Ferreira era professor de matemática na rede estadual de ensino e foi encontrado morto na madrugada do dia 9 de dezembro, na Rua da Granja, no bairro São Lázaro. De acordo com a Polícia Militar, o corpo apresentava várias perfurações, possivelmente provocadas por uma faca.

No mesmo dia do crime, a Polícia havia prendido um jovem de 21 anos, suspeito pela morte do professor, mas como não houve provas, ele foi liberado na manhã de quarta-feira (14).

Na terça-feira (13) cerca de 10 mil pessoas se reuniram em uma manifestação pelas ruas de Oriximiná pedindo Justiça. O protesto reuniu servidores públicos e a sociedade civil contra a violência, e outros crimes no Município. Os manifestantes estiveram em frente ao Fórum, Prefeitura e Câmara de Vereadores onde entregaram ao presidente da casa, um documento repudiando  a “onda de violência” na cidade.

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *