Concurso para delegado da PC começa neste domingo

A Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab) continua na organização do certame

A Secretaria de Estado de Administração (Sead) e a Polícia Civil realizam neste domingo, 18, no concurso público para o cargo de delegado. No total, 14.519 candidatos se inscriveram para a seleção.  A prova objetiva e peça processual serão aplicadas em Belém, Marabá, Altamira e Santarém, nos períodos da manhã, das 8h30 às 13h30, e à tarde, das 15h40 às 18h40. A Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab) continua na organização do certame.

O gabarito preliminar da prova objetiva bem como a chave de correção da peça processual será divulgado no dia 19 de janeiro, com prazo para interposição de recursos nos dia 20 e 21. As demais fases do certame estão previstas para as datas prováveis de 1º de abril de 2017 (capacitação física); 29 de maio a 2 de junho (exame médico); 15 de julho (exame psicológico) e 18 de setembro a 22 de setembro (investigação criminal e social). O concurso deverá ser finalizado em novembro de 2017.

As duas subfases (prova objetiva e peça processual), aplicadas em 25 de setembro, foram anuladas pelo governo no dia 13 de outubro, seguindo decisão tomada pela comissão do concurso, formada por servidores da Sead, da Polícia Civil e do Sindicato dos Delegados de Polícia do Pará (Sindelp), acatando recomendação do Ministério Público do Estado (MPE) depois de denúncias feitas por candidatos.

As 150 vagas ofertadas para delegado exigem que os candidatos tenham bacharelado em Direito. A remuneração atualizada é de R$ 12.250, com acréscimo de auxílio-alimentação no valor de R$ 650. Pela manhã, os portões abrirão às 7h10 e fecharão às 8h10; no turno da tarde, a abertura será às 14h30 e o fechamento às 15h30 (horário local). Para imprimir os cartões de inscrição e verificar os locais de provas, os candidatos devem acessar o site da Funcab: www.funcab.org.

SEGURANÇA

Da mesma forma como ocorreu com as provas para investigador, escrivão e papiloscopista, a Funcab garantirá a segurança do concurso com o uso de detectores de metais e a coleta de impressões digitais nas provas, além do acautelamento de armas em sete unidades de ensino em Belém, quatro em Marabá e duas em Santarém, conforme informado pelos candidatos no site da organizadora. Mais de dois mil profissionais treinados, entre coordenadores, assessores, fiscais, médicos, advogados e motoristas, trabalharão nos quatro municípios onde haverá provas.

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *