Campus da Ufopa são desocupados pelos invasores

Cerca de 500 alunos que ocuparam os Campus Rondon e Amazônia, da Ufopa, decidiram desocupar os imóveis nesta terça-feira (20). No dia 03 de novembro os estudantes ocuparam o prédio do Campus Amazônia, localizado na Mendonça Furtado, e no dia 15 de novembro, eles ocuparam o Campus Rondon.

O movimento “Ocupa Ufopa” foi idealizado em protesto à aprovação da PEC 55, pelo Senado Federal.

Durante esse período, pessoas que fariam o Enem foram impedidas de entrar nos dois prédios e tiveram que fazer as provas em outra data. Bem como os estudantes que não apoiaram esse movimento foram prejudicados com a falta de aulas.

Para acabar com esse movimento, que estava prejudicando os estudantes, a Reitoria da Ufopa entrou com pedido de reintegração de posse na Justiça Federal.

Fonte: RG 15/O Impacto

Um comentário em “Campus da Ufopa são desocupados pelos invasores

  • 20 de dezembro de 2016 em 15:04
    Permalink

    Os estudantes não podem ser chamados de invasores, data vênia, não se pode invadir aquilo que j é seu. O termo, a contrário sensu, seria OCUPAÇÃO.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *