Quinze partidos políticos compõem a Câmara de Santarém em 2017

O número representa menos da metade do total de siglas estabelecidas no município, mas é maior em comparação com a eleição de 2012, quando apenas 13 partidos conseguiram eleger candidatos.

Durante o processo eleitoral de 2016 foram construídas oito coligações formadas pelos 31 partidos legalmente instalados em Santarém, de acordo com dados da Justiça eleitoral. Grande parte das coligações polarizou em torno das candidaturas à reeleição do prefeito Alexandre Von (PSDB) e do médico Nélio Aguiar (DEM), que foram as únicas a eleger representantes ao legislativo.

Os partidos com representação na Casa para a 18ª legislatura são: Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Partido Trabalhista Nacional (PTN), que a partir do dia 10 de dezembro/2016 passou a ser denominado PODEMOS, Partido Social Democrático Cristão (PSDC), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Partido Republicano Progressista (PRP), Partido Verde (PV), Partido Social Liberal (PSL), Partido Social Cristão (PSC), Partido Socialista Brasileiro (PSB), Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), Partido Popular Socialista (PPS), Democratas (DEM), Partido Socialista Democrático (PSD) e Partido Republicano (PR).

O grupo de coligações que apoiou Alexandre Von, formado por 17 partidos, conseguiu eleger doze vereadores: PSDB – Jandeilson PereiraNey Santana, Chiquinho da UMES; PTN –  Delegado Jardel, Emir Aguiar; PSCReginaldo Campos; PTB – Sílvio Neto; PSL – Sílvio Amorim; PSDC – André do Raio-X; PV – Valdir Matias Jr.; PRP – Alaércio Cardoso; PSB – Rogélio Cebuliski.

As coligações que apoiaram Nélio Aguiar, formadas por oito partidos, conseguiram eleger nove vereadores: DEM – Maria José Maia, Henderson Pinto e Tadeu Cunha; PMDB – Antônio Rocha e Ronan Liberal Jr.; PDT – Didi Feleol; PPS – Dayan Serique; PR – Júnior Tapajós; e PSD – Alysson Pontes.

Os partidos que conseguiram eleger maior representação foram: o PSDB e o DEM, cada um elegeu três vereadores; o PTN e o PMDB elegeram dois vereadores cada. As demais siglas, cada uma elegeu somente um vereador. Dos 31 partidos registrados pela Justiça Eleitoral em Santarém, 16 estão sem representação na Câmara para a 18ª legislatura (2017-2020).

Dentre os nomes que ocuparão vaga no parlamento santareno para o próximo quadriênio, nove são novatos em relação à última legislatura: Jandeilson Pereira, Delegado Jardel, André do Raio-X, Alaércio Cardoso, Maria José Maia, Tadeu Cunha, Didi Feleol, Alysson Pontes e Antônio Rocha, e 12 parlamentares permanecem: Ney Santana, Chiquinho da UMES, Emir Aguiar, Reginaldo Campos, Sílvio Neto, Sílvio Amorim, Valdir Matias Jr, Rogélio Cebuliski, Henderson Pinto, Ronan Liberal Jr, Dayan Serique e Júnior Tapajós.

Fonte: RG 15/O Impacto  e Ascom/CMS

 

Um comentário em “Quinze partidos políticos compõem a Câmara de Santarém em 2017

  • 22 de dezembro de 2016 em 10:59
    Permalink

    quem e o novo secretario de desenvolvimento ?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *