Atacante do São Francisco luta contra leucemia

Uma mensagem postada na rede social do São Francisco deixou a torcida santarena, inclusive a do rival São Raimundo, comovida. Silas Brindeiro, de 29 anos, da cama do hospital onde está internado, em Piracicaba-SP, fez um apelo pela doação de
medula óssea.

O atacante se preparava para retornar ao futebol este ano pelo Leão santareno, após uma temporada em tratamento contra a Leucemia, mas alguns exames, pouco antes da viagem a Santarém, confirmaram que a doença havia retornado. “Estava de férias em Brasília, esperando o dia de embarcar para Santarém, então aproveitei para fazer meus exames e recebi a notícia ruim. Infelizmente aconteceu essa reversão, já iniciei o tratamento e agora eu estou em busca de um doador compatível”, disse.

 Silas iniciou um processo de quimioterapia que deve durar mais 15 dias e contar com cinco sessões, ao final da qual será avaliada a forma como sua medula óssea tem reagido ao tratamento.

Passar Natal e Réveillon no hospital tem sido uma ducha de água fria após a expectativa de voltar a jogar, mas Silas diz que nesse momento a preocupação maior é com a própria saúde. “Ficar no hospital o final de ano é o de menos, o importante é me recuperar”, ressaltou.

O atleta afirma que a quimioterapia ajuda no tratamento da Leucemia, mas a preocupação maior é encontrar um doador de medula óssea.

A direção do São Francisco tem feito campanha para estimular torcedores a procurar o hemocentro de Santarém e verificar se podem fazer a doação. Natural do Pará, Silas agradece o carinho e empenho de todos na cidade. “Tenho um apreço e um carinho muito grande pela cidade e pelas pessoas. Toda a minha infância e adolescência foi em Santarém, tenho uma raiz. Vejo esse carinho como uma atitude de quem realmente se importa com o próximo”, agradeceu o jogador.

Fonte: Taion Almeida/Diário do Pará

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *