Semma investiga possível vazamento de óleo no rio Tapajós

Crime ambiental pode ter acontecido no trecho em frente à Praça da Matriz.

Um possível crime ambiental (vazamento de óleo) pode ter acontecido no rio Tapajós, mais precisamente no trecho entre a a agência dos Correios e a sede da Receita Federal. Nesse trecho muitas embarcações atracam para carregar e descarregar mercadorias e passageiros, que viajam para as comunidades do interior, devido a interdição do local onde atracavam ter sido interditado para a realização da obra de continuidade da orla e que ficou parada no governo Von.

Técnicos da Semma e Seminfra vistoriam área

Técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) vistoriaram, na manhã desta quarta-feira, 04/03, o local que ocorreu um vazamento de óleo diesel, possivelmente proveniente de alguma embarcação que ancora no local.

Em vistoria em loco ocorrido à margem direita do rio Tapajós, localizado na Avenida Tapajós, em frente à  Praça da Matriz, foi concluído que devido as águas correntes do rio o resíduo foi rapidamente dissipado, dificultando uma melhor análise. Porém, o impacto gerado ao ecossistema não oferece maiores riscos à vida aquática e tampouco às pessoas, pois o local não é frequentado por banhistas. Segundo os técnicos, não foi possível identificar a embarcação responsável pelo vazamento.

A Semma em parceria com a Seminfra realizará uma Campanha de conscientização junto aos proprietários de embarcações e usuários, além de uma ação  de limpeza ao longo da orla, com data ainda a ser marcada.

Em nota encaminhada à redação, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santarém (Semma) com relação ao possível vazamento de óleo no rio Tapajós, no Trecho em frente a Igreja Matriz, informa que tomou conhecimento sobre o caso e deve enviar uma equipe de fiscalização ao local por volta das 9:30 desta quarta-feira (4) para fazer análise e adotar providências. Se for identificado crime ambiental, os responsáveis serão punidos.

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *