Cratera no asfalto deixa a Transamazônica interditada no Pará

A rodovia BR-230, a Transamazônica, ficou intrafegável desde domingo (12) no trecho entre os municípios de Altamira e Medicilândia, no sudoeste do Pará. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, (PRF), uma rachadura no asfalto impede totalmente a passagem de veículos e no local não há desvios.

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi enviada ao local para avaliar a situação. Ainda não há informações sobre a proporção do congestionamento. As primeiras informações são de que já havia uma fissura no asfalto e com o peso dos veículos, cedeu mais ainda, formando a cratera.

Motoristas devem evitar se arriscar nos improvisos. O DNIT pediu que os usuários evitem o trecho interditado, reforçou também que está mobilizando uma equipe e equipamentos para uma operação de reparo, o tráfego no local deve ser liberado o quanto antes segundo o departamento.

ENTENDA: O asfalto cedeu durante a forte chuva dos últimos dias e durante a madrugada de domingo (12). Durante a manhã com passagem de veículos pesados, uma cratera apareceu na pista é só foi crescendo até que interrompeu o tráfego. Filas já se formaram dos dois lados. Mais informações a qualquer momento.

Fonte: RG 15/O Impacto, com informações e fotos de Junior Ribeiro e Felype Adms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *