Diretor da OAB e família são assassinados no Rio de Janeiro

Eles foram encontrados em casa com marcas de tiro pelo corpo

O conselheiro e diretor-presidente da comissão de eventos e convênios da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Wagner da Silva Salgado (47), sua esposa e sua filha foram executados a tiros dentro de casa na madrugada da última sexta-feira (17), no Rio de Janeiro (RJ). Ele era responsável pela subseção da OAB de São Gonçalo, região metropolitana do RJ, e foi encontrado por policiais e bombeiros, ainda com vida, por volta das 5h da manhã.

Wagner foi encaminhado para o hospital, mas não resistiu e morreu. Soraya Gonçalves de Resende (37), sua mulher, e Geovana, filha do casal, já estavam mortas quando a polícia chegou à residência, localizada no Bairro Vermelho.

Ele era advogado cível e trabalhava há mais de um ano como diretor da Ordem.

A Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo está responsável pelas investigações sobre o caso, mas, até o momento, não há pistas sobre o triplo homicídio. A OAB/SG, por meio de nota oficial, lamentou o ocorrido e afirmou que acredita na agilidade para esclarecer o assassinato.

Fonte: Redação ORM News

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *