Bocão Ed. 1135

O PREFEITO DO POVO

O Prefeito Nélio Aguiar em pouco tempo de governo, já demonstrou sua liderança e popularidade. Sua participação in loco para averiguar os problemas da cidade tem chamado atenção do eleitor. No carnaval com sua participação ativa o povo o comparou com outra liderança, o Lira Maia. Nélio sempre teve estilo povão, sempre atendeu à necessidade do povo, sempre esteve perto do povo. Promete ser uma grande liderança no Estado.

O PREFEITO DO POVO 2

Alguns dos secretários devem ter o mesmo estilo do Prefeito, para não prejudicar sua administração. Vânia Portela, Paulo de Jesus e Pixica, já demonstraram suas participações no governo, secretários competentes, com estilo popular e objetivo. Não deixam para amanhã o que podem fazer hoje.


MERENDA NO LIXO

O diretor da 5ª URE deveria fazer uma visita na escola Wilson Fonseca e perguntar para os alunos se estão merendando ou se eles sabem para onde está indo a merenda. Pais e alunos estão chateados com o descaso da direção da 5ª URE, que não vai fazer uma visita na escola para saber se é verdade ou não, se os alunos estão comendo a merenda.

MERENDA NO LIXO 2

Os pais e alunos estão chateados com os vereadores, nenhum deles apareceu na escola para investigar a possível falta de merenda. Se fosse para pedir voto, estavam lá para fazer política. Vereadores, procurem saber a verdade, vocês deveriam ir até a escola para saber o destino da merenda. Para saber se é verdade ou não.


ESCONDENDO O ROMBO

Os vereadores deveriam interpelar o secretário Daniel para saber se os comentários internos em sua Secretaria procedem, de que existe desvio de finalidade das máquinas da Prefeitura para serviços com vantagem em dinheiro e aplicação das verbas destinadas à manutenção e obras. Comenta-se que o rombo é grande na administração do Kiko.


SERVIÇO DE PÉSSIMA QUALIDADE

Clientes do Banco do Brasil mais uma vez mostram revolta e indignação com o serviço de péssima qualidade prestado na agência central, localizada na Avenida Rui Barbosa. Quem procurou a agência na terça-feira gorda de carnaval se deparou com uma cena que já é bastante comum: não tinha dinheiro nos caixas eletrônicos. Também no caixa eletrônico de Alter do Chão não tinha dinheiro. O pior de tudo é que não tinha nenhum funcionário do banco para dar explicação aos clientes. É muita sacanagem desse banco. O Procon deve entrar em ação e punir esse banco. Ou será que não temos mais Procon em Santarém?


DANIEL SIMÕES E TERRAPLENA

Leitores da coluna querem saber os encaminhamentos realizados pelo novo titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura, sobre o contrato com a empresa Terraplena, que todos os meses, religiosamente, recebe mais de 1,2 milhão de reais do cofre da Prefeitura. O dito contrato, em 2015 e alguns meses de 2016, foi por diversas vezes alvo de denúncias realizadas pelo vereador Emir Aguiar, antes do repentino silêncio, que o parlamentar se impôs, após começar a defender o governo Von.

DANIEL SIMÕES E TERRAPLENA 2

O atual titular de Infraestrutura deve urgentemente tomar um posicionamento em relação à Terraplena, caso contrário, poderá responder por eventuais irregularidades praticadas na gestão anterior. As denúncias que Emir Aguiar pensou que caíram no esquecimento, são muito sérias, o que pode comprometer a nova gestão.

DANIEL SIMÕES E TERRAPLENA 3

O Secretário deve investigar a fundo tais denúncias, e caso constate alguma irregularidade, acione a Justiça. As revelações de Emir incluíam desde pagamentos de serviços que eventualmente não foram prestados pela Terraplena, a aluguéis de maquinário com valores exorbitantes. “Pela informação que temos, Santarém tem um pouco mais de 600 quilômetros de arruamento e o trabalho está atingindo mais do que isso. Queremos saber se a Terraplena está indo para o Tabocal, Boa Esperança, Arapixuna. Temos a varrição manual de vias e logradouros públicos, 684 quilômetros, em 30 dias”, citou Emir Aguiar, em 2015, quando chegou a sugerir a criação de uma CPI.

DANIEL SIMÕES E TERRAPLENA 4

Também na época, o parlamentar falou sobre o pagamento de 30 diárias para uma cavadeira hidráulica. “O valor foi de R$ 1.216,00, cada diária. O formulário aponta que a máquina trabalhou os 30 dias completos, incluindo sábados e domingos, foram pagos ao todo para a Terraplena R$ 36.492,00. São várias indagações e estamos solicitando que ele (Edilson Pimentel) traga as explicações para a Câmara, como a relação de veículos e de funcionários da empresa. Caso isso não aconteça vamos abrir a CPI”, explicou Emir Aguiar na época.


MOSTRANDO SERVIÇO

O secretário de Cultura do município de Santarém, Luís Alberto “Pixica” teve sua primeira prova de fogo neste carnaval e se saiu muito bem. Primeiro, brigou para que o desfile das escolas carnavalescas saísse da Avenida Tapajós para a Avenida Anísio Chaves, fato que causou revolta em alguns pastores de igrejas evangélicas. Após as duas noites de desfiles, Pixica foi aplaudido e a população aprovou a mudança. Em Alter do Chão, também o carnaval aconteceu de forma ordeira e com novidade, foi colocada uma banda de música que tocou marchinhas de carnaval no coreto da praça, para aquelas pessoas que não queriam ir para o Sairódromo. Também a ideia foi aplaudida. Parabéns Pixica, você está no caminho certo!


FALTA DE ÁGUA

Moradores de vários bairros da periferia de Santarém denunciaram à coluna a falta de água em suas casas. No bairro da Nova República a situação está bastante complicada e muita gente pra conseguir o líquido preciso tem que pagar um carro pipa particular, mas o talão de água continua chegando pontualmente nas residências. De nada adiantou exonerarem o Sérgio Campos, pois o problema da falta de água continua. O certo seria mandar a Cosanpa ir embora de Santarém e colocar outra empresa em seu lugar. De nada adianta termos o maior aquífero de água doce do mundo, se não temos esse líquido em nossas torneiras. O governador Jatene não está nem aí com a região Oeste.

Por: Emanuel Rocha

20 comentários em “Bocão Ed. 1135

  • 9 de março de 2017 em 09:26
    Permalink

    Tá pior do que o governo da Maria, cheio de buraco é lixo na cidade

    Resposta
  • 9 de março de 2017 em 07:28
    Permalink

    Ta tudo muito bonito, carnaval já passou… mas e a questão da Cosanpa e essa palhaçada de atendimento que ela nos dar?

    Resposta
  • 5 de março de 2017 em 21:22
    Permalink

    Nélio já se reuniu com o indivíduo Osmando, já foi prestigiar deputado malandro, já foi passear na Alemanha a pergunta que eu faço é Nélio o Sr. ja se reuniu com o setor bancário para exigir deles acabarem com esse negocio de não ter caixa eletrônico funcionando? Não havia NEM UM caixa eletrônico do Banco do Brasil recebendo depósitos na terça feira de carnaval, (em nenhuma das três agências) quem queria fazer um deposito teve que voltar na quarta feira. A cidade tem 300 mil pessoas, não pode ser ignorada, Prefeito, Vereadores, setores da sociedade civil organizada, vão ficar só de mocorongos observando ou vão se mexer?

    Resposta
  • 5 de março de 2017 em 21:14
    Permalink

    Nem começou e acho que esse governo já acabou, Nélio está sendo pior que a tal Maria do Carmo. Não tem mais lugar pra buraco nas ruas, aliás não tem nem uma rua que de pra trafegar com tranquilidade de tantos buracos, mato, entulhos, a sinalização na Afonso Pena com a Tocantins está clamando por um acidente fatal, o “humilde” elegeu-se em outubro, em janeiro já era pro pau tá pegando e o cara foi passear na Alemanha. Quero ver o plano dele pra baixar a iluminação pública que foi promessa de campanha. Ele disse que ia começar pela periferia e quando chegar nas bordas já não existirá mais a cidade. Ah foi a chuva… ah foi o inverno.. ah foi as dívidas e outras desculpas que os incompetentes tem prontas pra dar pro povo.

    Resposta
  • 3 de março de 2017 em 10:34
    Permalink

    Essa falta de água parece um carma em Santarem. Entra direção, sai direçao da Cosanpa e nada muda. Tanto nos bairros centrais qto na periferia é a mesma coisa. A diferença é que no centro o povo tem dinheiro p fazer poço.

    Resposta
  • 3 de março de 2017 em 10:32
    Permalink

    Esperamos que o governo de Nelio e Jose Maria Tapajos continue assim ate o final. Até agora está sendo aprovado pela população.

    Resposta
  • 3 de março de 2017 em 10:11
    Permalink

    Banco não serve o povo, só o próprio bolso. Valoriza quem tem dinheiro, quem fica em fila só pobre. Rico sobe os degraus e senta em poltronas.

    Resposta
  • 3 de março de 2017 em 10:09
    Permalink

    A farra da merenda escolar não acaba, é muita falta de caráter alguém tomar merenda de criança, vamos respeitar. Que absurdo.

    Resposta
  • 3 de março de 2017 em 10:08
    Permalink

    Pois pra mim é o mesmo de sempre, a política do pão e do circo. Não me engana. Quero saber é de saúde, educação e emprego. Carnaval não passa de ilusão.

    Resposta
  • 3 de março de 2017 em 09:45
    Permalink

    Nélio, vai fazer um excelente governo. pessoa humilde e trabalhador. Continue humilde prefeito.

    Resposta
  • 3 de março de 2017 em 08:45
    Permalink

    Não é de hoje essa putaria de não ter dinheiro em caia eletrônico em Alter do Chão
    Os turistas saem revoltados, com o descaso
    Além de ser tudo muito caro, serviços péssimos
    É assim que querem ganhar no turismo?

    Resposta
  • 3 de março de 2017 em 08:20
    Permalink

    Realmente o carnaval foi mais organizado
    Só está faltando mais investimento e incentivo por parte do REI MOMO, ops… secretário de cultura, tudo bem que nao poderia fazer muita coisa, mas ano que vem, vai ter que resgatar…
    Senão vai perder o apelido de; REI MOMO SANTARENO

    Resposta
    • 3 de março de 2017 em 08:22
      Permalink

      kkkkkkkk, porra essa foi ótimo
      os apelidos estão se formando para os secretários, Luiz Pixica é REI MOMO SANTARENO
      Mas não basta ser gordinho gostoso, tem que trabalhar
      kkkkkkkkkkkk

      Resposta
  • 3 de março de 2017 em 08:08
    Permalink

    REALMENTE ENQUANTO ALGUNS SECRETÁRIOS ESTÇÃO SE DESTACANDO, OUTROS ESTÃO PEGANDO O RÍTMO DA BANDALHEIRA
    A SECRETÁRIA DA SEMMA PRECISA FICAR DE OLHO NOS SEUS COLABORADORES EXIGEM LICENÇA
    TA TENDO DANÇA DE RAAAATO SECRETÁRIA

    Resposta
    • 3 de março de 2017 em 08:12
      Permalink

      por falar em secretários, o secretário de meio ambiente deve dar uma olhadinha na cidade
      As praças estão sendo cobertas por matos
      Um exemplo: aquela pracinha na orla que tem uns quiósques, perto da tartaruga, ja tem uma árvore de mato

      Resposta
  • 2 de março de 2017 em 17:31
    Permalink

    Carnaval desse ano foi bem mais organizado tanto aqui em Santarem como em Alter do Chão. Tanto que nao houve nenhum incidente grave. Nem violencia, nem acidentes. Que continuem assim os eventos da cidade.

    Resposta
  • 2 de março de 2017 em 17:22
    Permalink

    Bocão quentíssimo! Parabéns ao Prefeito Nélio, pois está demonstrando que vai dar ao povo de Santarém o que prometeu, uma cidade do povo para o povo. Merenda no lixo é um absurdo. Hoje não se joga comida fora, se reaproveita com criatividade. A merenda é fundamental na vida dessas crianças, que muitas vezes tem na escola sua única fonte de alimentação. Secretário Daniel cuidado, se não investigar e denunciar os contratos irregulares, vai se tornar cúmplice. Falta de água é um velho problema nosso. Quem solucionará isso?

    Resposta
  • 2 de março de 2017 em 17:08
    Permalink

    Pelo visto o Procon está com os olhos mais vendados que a Deusa Thémis. Não é de hoje que clientes denunciam esses descasos do Banco do Brasil. O atendimento la é desumano. Parece uma lata de sardinha. Td que o cliente precisa é uma eternidade p resolver. E os caixas nunca tem dinheiro. Uma miséria sem fim.

    Resposta
    • 2 de março de 2017 em 17:16
      Permalink

      ahahahahha esse PROCON está a serviço das empresas …. das empresas…

      Resposta
  • 2 de março de 2017 em 17:02
    Permalink

    Tantas crianças passando necessidade e essas pessoas desperdiçando merenda que custa uma fortuna para os cofres públicos. Se essa denuncia for verdade é muito grave. Vereadores tem que apurar.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *