Gerente da caixa esclarece sobre saques de contas inativas do FGTS

Nesta sexta-feira (10), os trabalhadores que têm direito ao saque de contas inativas do FGTS já podem realizar a retirada do valor. Porém, antes de procurar uma agência da Caixa, é importante que os beneficiários fiquem atentos ao cronograma estabelecido pelo Governo Federal. Para retirar qualquer dúvida que ainda possa pairar sobre o assunto, nossa equipe de reportagem, entrevistou o gerente de atendimento da Caixa Econômica Federal da Avenida Tapajós. César Duarte, de forma sucinta, explicou, por exemplo, sobre o expediente que o banco disponibilizará para atender os trabalhadores. “Estamos atendendo no expediente normal, das 10h às 15h, para aqueles queiram consultar se têm direito a esse saque; ressaltando, que é para aqueles que pediram demissão ou foram demitidos por justa causa; essa é a regra básica!”, explicou. Acompanhe na íntegra a entrevista, logo abaixo:

Jornal O Impacto: Quais as principais dúvidas que têm aparecido? Quem tem direito? Como receber?

César Duarte: É importante frisar aos trabalhadores que têm direito a essa lei, que ela é uma exceção, porque via de regra, para sacar conta inativa tem de obedecer os três anos sem receber novos depósitos no FGTS. A partir da data do aniversário é que se terá a entrada para saque, com essa Medida Provisória (MP 763/2016) o governo está autorizando as pessoas que tiveram vínculo empregatício até 31 de dezembro de 2015 e que pediram demissão ou que foram demitidos por Justa Causa a sacar; essa é a regra! Se você pediu demissão, você tem direito ou se foi demitido por Justa Causa, também tem direito, desde que o contrato tenha encerrado ate 31 de dezembro de 2015; se o contrato encerrou no dia 1º de janeiro de 2016, já não tem direito.

Jornal O Impacto: Em relação ao calendário para saque, como funciona?

César Duarte: Nós temos a tabela com o cronograma de liberação dos saldos do FGTS: – Os nascidos nos meses de janeiro e fevereiro começam a receber hoje, dia 10. Quem nasceu em março, abril ou maio passa a receber a partir do dia 10 de abril; quem nasceu em junho, julho ou agosto, receberá a partir do dia 12 de maio; quem nasceu em setembro, outubro ou novembro, receberá a partir do dia 16 de junho e quem nasceu em dezembro receberá a partir do dia 14 de julho. Esse é o cronograma e não tem como antecipar, tem de obedecer esse cronograma. A data limite para saque é 31 de julho, a partir de 1º de agosto já voltará a regra normal, terá de se esperar os três anos sem receber novos depósitos.

Jornal O Impacto: Quais as formas de saque desse dinheiro? Quem tem o Cartão Cidadão pode sacar no caixa eletrônico?

César Duarte: A Caixa Econômica, a fim de facilitar esses saques, abriu uma exceção para saques de até R$ 1500,00 sem precisar do Cartão Cidadão, mas para isso tem de ter a Senha Cidadão cadastrada. Para criar essa senha tem que entrar no site da Caixa Econômica (www.caixa.gov/contasinativas) e lá tem um ícone para cadastramento, é preciso preencher todos os dados, colocar o número do PIS e ali será dada a oportunidade de cadastrar a senha de seis dígitos, com essa senha você poderá sacar sem precisar do cartão; quem tem o Cartão Cidadão pode sacar qualquer valor do limite do autoatendimento que é R$ 3 mil, nas Casas Lotéricas também. Vale ressaltar que para quem tem conta na Caixa Econômica o valor será automaticamente liberado no dia da data de liberação, de acordo com o calendário de liberação.

Jornal O Impacto: Em relação àquelas pessoas que têm um valor acima do limite de R$3 mil; como proceder?

César Duarte: Essas pessoas terão de vir à agência. Até o valor de R$ 3 mil a Caixa Econômica creditará automaticamente na conta; de R$ 3 mil a R$ 10 mil é necessário que você autorize, você terá de ir no autoatendimento ou no site da Caixa Econômica e pedir que seja creditado na conta da Caixa, a partir da solicitação será feito o crédito na conta. Valores acima de R$ 10 mil serão liberados somente no caixa, na agência, depois de uma análise de documentação; será necessário apresentar a Carteira de Trabalho e a Carteira de Identidade.

SAIBA MAIS: Começa nesta sexta-feira (10) o pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores nascidos nos meses de janeiro e fevereiro. Serão beneficiadas inicialmente 4,8 milhões de pessoas, que poderão sacar quase R$ 7 bilhões, o equivalente a 15,9% do total disponível. Segundo a Caixa Econômica Federal, 1,65 milhão de trabalhadores receberão automaticamente o crédito em suas contas na Caixa.

Além disso, mais de 1,2 milhão de pessoas poderão sacar utilizando o Cartão Cidadão no autoatendimento, em  lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. Os demais trabalhadores deverão retirar seus recursos nas agências da Caixa, que vão abrir sexta (10), segunda (13) e terça-feira (14) com duas horas de antecedência para auxiliar no fluxo de atendimento. No sábado (11), o horário de atendimento será das 9h às 15h.

O banco abrirá 1.841 agências no primeiro sábado após o início do cronograma mensal de pagamento, exceto em abril. A consulta às agências que funcionarão pode ser feita na página da Caixa.

Pode fazer o saque quem teve contratos de trabalho encerrados até 31 de dezembro de 2015. O pagamento das 49,6 milhões de contas inativas seguirá um calendário específico, que leva em conta o mês de aniversário do trabalhador.

Valores até R$ 1,5 mil podem ser sacados no autoatendimento, somente com a senha do Cidadão. Para valores até R$ 3 mil, o saque pode ser feito com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, em lotéricas e correspondentes Caixa. Acima de R$ 3 mil, os saques devem ser feitos nas agências do banco.

A Caixa recomenda que os trabalhadores tenham sempre em mãos o documento de identificação e a Carteira de Trabalho, ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato. Para saque acima de R$ 10 mil é obrigatória a apresentação desses documentos.

O trabalhador que não sabe se tem dinheiro a receber pode acessar o site sobre as contas inativas. Lá, ele vai conferir se tem algum valor a receber, a data do saque e os canais disponíveis para a realização do pagamento.

Por: Rafael Duarte

Fonte: RG 15/O Impacto

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *