Filho que matou a mãe é decapitado no presídio de Cucurunã

O detento Antonio Sérgio Sousa Guimarães, mais conhecido por Jurunas, que matou sua própria mãe Maria Dilma Santos de Sousa, de 56 anos, com uma facada, na terça-feira (07), véspera do Dia Internacional da Mulher, em Santarém, após ser um dos 72 beneficiados com a saída temporária do presídio de Cucurunã, sendo que na quarta-feira (09) ele foi preso e levado de volta ao presídio, foi morto por outros detentos na noite deste domingo, dia 12.

Segundo informações do CRASHM, por volta das 20h15 deste domingo, no pavilhão 1 – Ala A, os presos conseguiram arrancar os ferros da tranca e abriram os cadeados das celas, vindo a retirar o detento Jurunas, que foi decapitado no corredor da Ala.

O delegado Germano do Valle, que estava de plantão na Seccional de Polícia Civil, se deslocou até a Penitenciária de Cucurunã, onde está apurando essa morte. Informações repassadas à nossa reportagem, é que até agora ninguém sabe para onde vão encaminhar o corpo do detento assassinado. Uma equipe da PM esteve na residência de seus familiares, mas os policiais receberam como resposta que para lá o corpo não será levado.

Fonte: RG 15\O Impacto

Um comentário em “Filho que matou a mãe é decapitado no presídio de Cucurunã

  • 13 de março de 2017 em 08:46
    Permalink

    Como eu postei em algum no G1…” vai ter sorte de ficar vivo por alguns dias… lá tem detento que por mais ruim que seja, abomina esse tipo de ato contra pai e mãe…’…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *