Sespa confirma envio de mais 4 mil doses para o combate à febre amarela em Óbidos

Com envio do novo carregamento de doses, a cobertura vacinal será ampliada em todo o município.

Equipes da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), continuam empenhadas no trabalho de prevenção à febre amarela, no interior do município de Óbidos, no oeste do Pará. Até o início desta semana 35 comunidades foram imunizadas, a prioridade são as localidades que estão na região de fronteira com os municípios de Alenquer, Curuá e Oriximiná.

Após a confirmação de quatro mortes na região, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) está executando um plano emergencial, que inclui a vacinação em massa, o combate ao mosquito transmissor da doença e o atendimento e orientação médica às populações do Baixo-Amazonas.

No último sábado (1), representantes da Sespa estiveram em Óbidos para acompanhar os trabalhos e garantir apoio no combate a propagação da doença. Bernardo Cardoso, diretor do Departamento de Controle de Endemias da Sespa, se encontrou com o prefeito Chico Alfaia e garantiu o envio de mais 4 mil doses da vacina. “Nós vamos disponibilizar mais 4 mil vacinas para Óbidos e a pouco eu garanti ao prefeito Chico Alfaia que não faltará vacina. Nós temos vacina pra continuar fazendo o trabalho dentro daquilo que é possível, com prioridade para os moradores da zona rural”, afirmou.

Vacinas serão aplicadas na prevenção à doença

A equipe da secretaria estadual de saúde esclareceu as dúvidas da população durante entrevista concedida à Rádio Comunitária Sant’Ana FM, para desmistificar alguns mitos sobre a febre amarela.

O médico veterinário Fernando Esteves e o diretor do departamento de controle de endemias reuniram com os médicos que atuam na rede municipal de saúde e repassaram informações sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido para controlar a doença e as características dos casos encontrados na região. A estratégia da Sespa é disseminar informações sobre a febre amarela entre os profissionais para ajudar a prevenir a doença, garantindo maior controle vetorial.

O prefeito Chico Alfaia, agradeceu a atenção do Governo do Estado com Óbidos e garantiu que o município – mesmo não tendo registrado nenhuma morte – está empenhado em ajudar a manter sob controle à febre amarela na região. “É um apoio extremamente necessário que nós já vínhamos solicitando. A vinda da equipe do doutor Bernardo em Óbidos nos tranquiliza e nos dá a certeza de que Óbidos evitará casos de febre amarela, em razão do que acertamos hoje aqui para continuarmos com as ações de combate a essa doença. No que depender da administração municipal não mediremos esforços”, garantiu.

MACACO

Na tarde de sábado populares encontraram um macaco morto da espécie Bugio Alouatta (Guariba), em uma área de zona rural as proximidades do bairro Bela Vista. Equipes da Semsa e da Sespa se deslocaram para o local e realizaram a remoção do animal. Este é o quarto macaco encontrado morto nos últimos meses em Óbidos.

O médico veterinário que acompanhou a remoção, tranquilizou a população. Fernando Esteves explicou que o primata pode ter morrido em de decorrência de outras doenças que provocam a morte da espécie. “Esse animal é suspeito de febre amarela, mas pode não ser. Esses animais não morrem só de febre amarela. Nós vamos mandar ele congelado para Santarém e de lá ele será encaminhado para o Instituo Evandro Chagas em Belém para exames que apontarão as causas da morte desse animal”, disse.

Imediatamente foi determinado o levantamento do número de pessoas que residem nas áreas próximas ao local, para que fosse realizado a vacinação dos moradores. O trabalho de imunização realizado por equipes da secretaria municipal de saúde iniciou nesta terça-feira (4).

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/PMO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *