Moradores realizam soltura de quelônios em comunidade no Pará

Soltura será nesta quarta (12), na Praia Tabuleiro da Água Preta, Região do Aritapera.

Projeto visa conservação da espécie que corre risco de extinção.

Filhotes de tracajá (Podocnemis unifilis) serão devolvidos à natureza nesta quarta (12), por meio do projeto dos moradores da comunidade Água Preta, Região do Aritapera em parceria com a Sociedade para Pesquisa e Proteção do Meio Ambiente (SAPOPEMA), IBAMA e Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Segundo a coordenadora do projeto de manejo da Sapopema, Priscila Miorando, a idéia da ação é chamar a atenção da população sobre a importância da conservação dos quelônios no local de origem.

“Esses animais sofrem ameaça de uma super exploração além de outras causas da ação humana. Aqui na região nós não temos unidade de conservação, e, na região do Amazonas nem iniciativas apoiadas pelo governo, então são iniciativas comunitárias como essa que ainda mantém as populações, no sentido delas continuarem sendo viáveis mesmo com a exploração”, destaca.

Na própria comunidade, os moradores dispõem de uma reserva, chamada por eles de “Tabuleiro”. A Soltura dos Filhotes de Tracajá acontecerá por volta de 9h30, horário em que os parceiros do projeto, desembarcam na comunidade, localizada no Rio Amazonas.

Aproximadamente mil quelônios serão soltos na natureza como Estratégia de conservação.

Fonte: RG 15/O Impacto e Samela Bonfim – ASCOM/SAPOPEMA

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *