Delegados da PF soltam nota de “preocupação” com posse de Torquato

Os delegados da Polícia Federal foram surpreendidos com a decisão do presidente Michel Temer de trocar o ministro da Justiça de Osmar Serraglio para Torquato Jardim. Em nota divulgada no início da noite deste domingo, a Associação dos Delegados de Polícia Federal cobra o Congresso Nacional a aprovação de uma PEC que tramita desde 2009 e prevê a autonomia da corporação. Justamente para evitar ingerência política na instituição, considerada há muitos anos a que mais tem credibilidade junto à população – que cresceu com a operação Lava Jato.

Segue a nota da ADPF:

“A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), vem a público demonstrar preocupação com a notícia da substituição, neste domingo, dia 28, do Ministro Osmar Serraglio pelo Ministro Torquato Jardim para ocupar o cargo de ministro da Justiça.

Os Delegados de Policia Federal foram surpreendidos com a notícia da substituição, até mesmo porque desconhecem qualquer proposta de Torquato Jardim para a pasta. É natural que qualquer mudança no comando do Ministério da Justiça gera preocupação e incerteza sobre a possibilidade de interferências no trabalho realizado pela Polícia Federal.

Para resolver esta situação e evitar dúvidas, é fundamental que seja logo aprovada, no Congresso Nacional, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 412/2009, que garante a autonomia funcional, administrativa e orçamentária à Polícia Federal.

Além da autonomia, também é essencial que seja instituído o mandato para diretor geral da PF, de modo que mudanças de governo ou de governantes não reflitam em interferências políticas, cortes de recursos e de investimentos que prejudiquem as ações da Polícia Federal.

*Carlos Eduardo Sobral
Presidente da Associação Nacional dos Delegados de Policia Federal – ADPF*”

Fonte: Último Segundo – iG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *