Começa a montagem das estruturas do Carnapauxis na Praça da Cultura

Tradicional evento carnavalesco será realizado no período de 07 a 13 de fevereiro em Óbidos-PA.

A montagem da estrutura do palco do Carnapauxis, tradicional evento de carnaval realizado em Óbidos, no oeste do Pará, iniciou no domingo (28), na Praça da Cultura, que na época do carnaval é chamada de “Fobódromo”.

O início da montagem da estrutura no local de concentração do Carnapauxis, aconteceu após o encerramento do processo licitatório realizado na última sexta-feira (26).

De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult), cerca de R$ 212 mil serão investidos em toda a estrutura, que compreende a montagem de palco, camarotes, som, iluminação, banheiros químicos, grupo gerador e segurança.

“Com a necessidade de readequar nossos preços com o custo geral do evento conseguimos reduzir os valores das estruturas que são praticamente as mesas dos anos anteriores. Nosso carnaval é um evento grandioso quando o assunto é estrutura e nossa avaliação junto as empresas e o trabalho de análise desses custos, tornou possível a garantia da qualidade do evento em si”, disse Eduardo Dias, secretário de cultura e turismo.

Ao longo da semana o restante das estruturas deve chegar à cidade para que seja iniciado a montagem. No total três empresas venceram a licitação do carnaval: E.G dos Santos Produções -ME, Paulinho Produções e Execuções Musicais LTDA-ME, e Tomas Som & Almeida Serviços LTDA-ME.

O período oficial do Carnapauxis, que em 2018 tem o tema: Cultura, Diversidade e Tradição, acontecerá de 07 a 13 de fevereiro.

Patrimônio Cultural do Pará

O Carnapauxis e o seu símbolo maior, o Mascarado Fobó, são considerados patrimônio cultural e artístico do Estado do Pará, por meio da Lei nº 7.225, de 24 de novembro de 2008. A programação carnavalesca está inclusa no calendário anual de eventos da Secretaria de Estado de Cultura.

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/PMO

2 comentários em “Começa a montagem das estruturas do Carnapauxis na Praça da Cultura

  • 4 de fevereiro de 2018 em 16:55
    Permalink

    É bom lembrar que o exercício da atividade com os Banheiros Químicos, exige uma série de documentos exigíveis para compor o Licenciamento Ambiental da empresa. Não basta empresa se registrar na Jucepa, Receita Federal, etc; ter no seu Contrato Social a locação de banheiros, sem cumprir o imprescindível para o exercício legal de sua atividade, ou seja, obter a devida Licença Ambiental. Indiscutivelmente, vê-se nos Processos Licitatórios realizados pelos Municípios, a prática do recortar/colar dos Editais quando pretendem contratar empresas que atendem Palcos, Iluminação, Camarotes.; etc; geralmente essas empresas são específicas neste ramo. Entretanto, não têm Licença Ambiental.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2018 em 14:40
    Permalink

    CARNAPAUXIS 2018 – Pela primeira vez nos últimos 09 anos, o CARNAPAUXIS 2018 de Óbidos poderá ter os BANHEIROS QUÍMICOS portáteis, fornecido por empresa vencedora da Licitação e o Pregão realizado, sem a devida LICENÇA AMBIENTAL para atividade. Acontece que a empresa vencedora do certame, até que se prove ao contrário, nunca atuou nesse ramo específico dos banheiros químicos; não possui Licenciamento Ambiental específico para a atividade; a SEMMA – Secretaria de Meio Ambiente de Óbidos já foi alertada sobre a possível irregularidade, bem como a Comissão responsável pela Licitação; vamos aguardar as providências para inibir que empresas atuem de maneira ilegal; a Lei é para todos.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *