Bispo, vigário e padre são presos por desviar R$ 1 milhão por ano de diocese

Um bispo, um vigário e quatro padres foram presos na manhã desta segunda-feira (19), no município de Formosa, em Goiás, suspeitos de desviar, por ano, cerca de R$ 1 milhão da diocese local. O caso foi descoberto após os próprios fiéis da Igreja denunciarem os crimes ao Ministério Público.

Os religiosos foram presos durante a operação Caifás, que cumpriu 13 mandados de prisão e desde busca e apreensão na própria cidade, além dos municípios de Posse e Planaltina. Segundo o Ministério Público, parte do dinheiro desviado da diocese foi usado para a compa de uma fazenda de gado e de uma casa lotérica.

Os religiosos presos são o bispo José Ronaldo Ribeiro, o vigário gerel, monsenhor Epitácio Cardozo Pereira, e os padres Moacyr Santana, Mário Vieira de Brito, Waldson José de Melo. Só na conta de um dos padres, foram encontrados cercade R$ 400 mil.

O caso era investigado desde 2015, quando fiéis da diocese fizeram denúncia sobre o uso irregular do dinheiro arrecadado pela diocese através de dízimos, doações, faturamento de festas e taxas de celebrações, como casamentos e batizados. Além disso, os envolvidos utilizavam veículos da diocese para uso particular.

Fonte: UOL

Um comentário em “Bispo, vigário e padre são presos por desviar R$ 1 milhão por ano de diocese

  • 19 de março de 2018 em 23:09
    Permalink

    Se a moda pega, hein pa$tore$, não escapa ninguém !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *