Em Oriximiná, investigador da Polícia Civil é preso por formação de quadrilha e adulteração de laudo criminal

A Corregedoria da Polícia Civil realizou procedimento contra o investigador  Vicente David Júnior, que juntamente com uma advogada, um agente de portaria e um mecânico, são acusados de formação de quadrilha e adulteração de laudos periciais.

De acordo com informações, o investigador recebeu dinheiro da advogada Iviny Pereira Canto, cujo cliente, o mecânico Francinaldo Alves da Costa, dirigindo embriagado, atropelou e matou na madrugada do dia 25 de março, o vigilante noturno Alcir Seixas da Cunha, no município de Oriximiná.

As irregularidades foram confirmadas, entre outros meios, através das imagens registradas nas câmeras de segurança do hospital, onde deveria ter sido feito a coleta de sangue do acusado, para posterior realização de exame de dosagem alcoólica.

Conforme fica demonstrado no vídeo, é possível perceber que o investigador em vez que determinar a coleta de sangue no acusado, determinou que o sangue fosse retirado de uma outra pessoa, o agente de portaria Emerson Pinheiro da Silva, servidor da prefeitura que presta serviço na UIPP de Oriximiná.

Os quatros foram transferidos para Santarém, sendo que a advogada está nas dependências do quartel do Corpo de Bombeiros, o servidor da prefeitura e o mecânico foram encaminhados para Central de Triagem Masculina (CTM) do Complexo Penitenciário de Cucurunã  e o investigador transferido para Belém, onde ficará à disposição da Justiça no presídio Anastácio das Neves.

RG 15 / O Impacto

 

 

Um comentário em “Em Oriximiná, investigador da Polícia Civil é preso por formação de quadrilha e adulteração de laudo criminal

  • 10 de abril de 2018 em 15:52
    Permalink

    Os envolvidos neste episódio deveriam ser exemplos para a sociedade, uma vez que um representa um Órgão de Segurança Pública, outro da Saúde e por fim uma Operadora do Direito, porém infelizmente, todos os segmentos da sociedade brasileira encontram-se doentes, vitimizados pelo vírus da corrupção.
    Falta ao Brasil, atitude contra topo tipo de corrupção, independente de quem quer que seja, estamos fartos de tamanho descalabro por partes das autoridades e políticos, cadeia é pouco para essa corja. Tenho Dito

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *