Justiça revoga prisão de empresário preso na Operação Perfuga

Prisão de Renato Rodrigues foi substituída por medidas cautelares.

O juiz Alexandre Rizzi revogou a prisão preventiva do empresário Renato Rodrigues Martins da Silva, que foi preso na última fase da Operação Perfuga. A prisão foi substituída por medidas cautelares.

Em uma trecho de sua decisão, proferida nesta sexta-feira, dia 21 de junho, o juiz Alexandre Rizzi diz o seguinte: “Assim, considerando se tratar de réu primário, sem antecedentes e considerando a dinâmica da prisão, sobretudo, que até o momento a ação penal tem se desenrolado sem qualquer entrave, considerando ainda que as medidas cautelares podem se mostrar medidas eficazes para interromper o modus operandis de forma a evitar prejuízos à instrução, revogo por ora o decreto preventivo em face de Renato Rodrigues Martins da Silva, substituindo pelas seguinte medidas cautelares:

  1. Proibição de contratar com órgãos públicos e entidades a ele equiparadas, até ulterios deliberação; b) Assinatura mensal em juízo; c) Proibição de manter contatos com testemunhas arroladas na ação penal, servidores da Câmara ou quaisquer pessoas relacionadas à Operação Perfuga.

Serve a presente decisão como Alvará de Soltura em prol de Renato Rodrigues Martins da Silva,…”.

Vale destacar a brilhante atuação dos advogados Alexandre Paiva e José Osmando Figueiredo na defesa de seu cliente.

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *