Justiça decreta prisão de PM que matou mulher e atingiu outras três pessoas

Sônia da Silva Viana, de 40 anos, foi morta dentro de um carro.

O sargento PM Gildson dos Santos Soares, pertencente ao Grupo Tático Operacional(GTO), estava afastado de suas funções de policiamento ostensivo, após se envolver em um desentendimento com o presidente da OAB/Santarém, na 16ª Seccional de Polícia Civil.

Após ter realizado várias oitivas de testemunhas, o delegado Dmitri Teles, da Delegacia Especializada de Homicídios,  solicitou o pedido de prisão preventiva e obteve parecer favorável do Ministério Público, através da promotora Dully Sanae Otakara. Segundo as investigações preliminares, o policial teria praticado o homicídio de forma premeditada, por problemas pessoais com um dos ocupantes do veículo, relacionados com questões fundiárias em uma ocupação da cidade. O Mandado de Prisão já foi cumprido pela Corregedoria da Polícia Militar.

Com a assinatura dos três juízes criminais de Santarém, Gabriel Veloso Alexandre Rizzi e Rômulo Brito, foi decretada nesta sexta-feira (29/06) a prisão do Sargento GILDSON DOS SANTOS SOARES, do GTO – Grupo Tático Operacional, que matou ontem à tarde a senhora Sônia da Silva Viana, 40 anos, e feriu dois adolescentes e um jovem que se encontravam em um carro no bairro do Santarenzinho, quando disparou doze tiros.

Fonte: RG 15/O Impacto e TJPA

7 comentários em “Justiça decreta prisão de PM que matou mulher e atingiu outras três pessoas

  • 30 de junho de 2018 em 23:23
    Permalink

    Pelo que soube ninguém prestava ai das tais “vitimas”. O tal Santos ja matou gente la na praça Julia Passarinho, já foi preso e o filho também além de que onde morava era ponto de tráfico.

    Resposta
  • 29 de junho de 2018 em 18:00
    Permalink

    Vamos parar de demagogia todos nós sabemos que esses bandidos que estavam no carro fazem parte do comando vermelho ( CV) que atua na cidade de Santarém e que são protegidos por autoridades da cidade!!!

    Resposta
  • 29 de junho de 2018 em 17:20
    Permalink

    Como uma coisa um motivo leva a essa desgraça essa tragédia eu a conhecia muito bem a Sônia trabalhadora mãe de família!!!

    Resposta
  • 29 de junho de 2018 em 17:20
    Permalink

    Parabéns ao serviço de Investigação da Polícia Civil.

    Resposta
    • 29 de junho de 2018 em 18:05
      Permalink

      Parabéns pelo que mesmo??? Quem deveria ser preso seria alguns delegados que fazem acordos com facções!!!

      Resposta
    • 29 de junho de 2018 em 18:12
      Permalink

      Se vc a conhecia muito bem…Deveria saber que ela estava acompanhada de pessoas que tem mandato de pressão que fazem parte do comando vermelho aí em Santarém…logo saberemos a verdade por trás de tudo isso!!!!!

      Resposta
    • 29 de junho de 2018 em 21:20
      Permalink

      Parabéns a sua falta de entendimento do caso. É por pessoas como você que esse país continua soltando criminosos e prendendo inocentes.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *