Pescadora denuncia presidente da Câmara de Curuá, na Delegacia

Socorro Macedo se sente coagida em devolver dinheiro para o Poder Legislativo curuaense como funcionária fantasma

A senhora Socorro Nunes Macedo, pescadora, residente e domiciliada no Distrito de Flexal, município de Óbidos, indignada procurou nossa redação para formular denúncia contra um ato ímprobo cometido pelo vereador Ziraldo Moraes – PMDB. O denunciado é o atual presidente do Poder Legislativo do município de Curuá.

Segundo a denunciante, o titular da Câmara de Vereadores supramencionado, supostamente se apropriou indevidamente de seus documentos e, de natureza dolosa cometeu ato fraudulento envolvendo seu nome. Em ato contínuo, a mesma afirma que o Vereador subtraiu dinheiro público em benefício próprio. Isto é, tornando-a servidora pública.

Informou, na oportunidade, que já registrou um Boletim de Ocorrência – BO na Delegacia de Polícia local e pede providência das autoridades.

Veja depoimento na íntegra: “Estou sendo vítima de um delito, cujo crime é vergonhoso. Digo isto porque jamais recebi sequer um centavo durante mais de um ano. Período esse que o Ziraldo me colocou para ser funcionária fantasma da Câmara de Vereadores de Curuá. Como se tudo isso não bastasse, estou tendo prejuízo moral e financeiro. Isto porque após o cruzamento de dados, eu perdi o benefício do Seguro Defeso, pois meu nome está figurando como funcionária pública, função que nunca ocupei ou trabalhei, como também não fui chamada para receber esse salário. Já registrei Boletim de Ocorrência, agora vou procurar o Ministério Público. Isto porque estou sendo ameaçada e coagida pelo Vereador a devolver um dinheiro que nunca peguei um centavo”, concluiu a pescadora.

Por: Hemenegildo Garcia

Fonte:RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *