Vala de 400 metros se abre no meio de uma artéria em Santarém

Travessa Caranã, que liga os bairros da Nova República e Floresta, virou lixão a céu aberto e matagal

Uma vala de aproximadamente 400 metros de comprimento na Travessa Caranã, que liga a Grande Área da Nova República ao bairro da Floresta, em Santarém, virou motivo de dor de cabeça para os moradores do local. Motoristas, motociclistas e ciclistas têm dificuldades para trafegar no local.

Revoltados com o problema, os moradores cobram providências junto à Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra). “Parece que fomos esquecidos pelo poder público. Aqui nessa rua não trafega nem cavalo. Queremos uma resposta imediata”, reclama o morador Francisco Nunes.

Não é só a Travessa Caranã, outras ruas da Nova República passam por dificuldades. Além da grande quantidade de buracos, a falta da rede de saneamento é visível em vários pontos do bairro. Moradores sofrem com as problemáticas causadas por conta das ruas esburacadas, lixos espalhados, e casas que são invadidas pela água da chuva.

Francisco Nunes conta que já acordou com a casa sendo invadida pela água da chuva, “Era umas três horas da madrugada, eu me vi aperreado, só eu na casa. Eu tive de ficar aqui, cavei um buraco, para a água escorrer para o quintal. O problema são essas valas, a água vem demais forte aqui para nós”, relatou.

Outro problema que também é recorrente no bairro é a coleta de lixo, que segundo os moradores é feita por uma carroça, que não passa quando chove. “Carro não dá de entrar por causa dos buracos, por isso a gente fica assim. Quando é muita chuva a carroça não passa e o lixo fica aí, os urubus ficam rasgando, cachorro fica destruindo, fica o fedor passando pra gente”, diz Francisco.

De acordo com a Lei Nacional de Saneamento, até o final de 2018 todos os brasileiros deverão ter acesso a saneamento básico. Tomara que aqui em Santarém esse problema seja solucionado.

PREFEITURA RECUPERA VIAS: Equipes de Infraestrutura da Prefeitura de Santarém estão trabalhando na recuperação de um trecho da Avenida Frei Vicente, no bairro do Aeroporto Velho. O trecho é de grande fluxo que após passar por serviços de terraplanagem e recuperação da base, as equipes realizarão a pavimentação da via.

“São 150 metros recuperados. Aqui o fluxo de veículos é grande e os problemas são antigos. Nossa equipe de terraplenagem e recuperação asfáltica trabalharam para garantir a trafegabilidade. Os serviços iniciaram semana passada, agora eles vão pavimentar. É importante ressaltar que precisamos da colaboração de todos para manter a via trafegável. Percebemos que os problemas nesta via acontecem devido a muita água que é despejada”, explicou o titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), Daniel Simões.

As equipes de terraplenagem também realizam serviços nos bairros da Matinha e Caranazal. Já as equipes de recuperação asfáltica estão nas ruas: Castelo Branco, 24 de Outubro e Marechal Rondon.

Por: Jefferson Miranda

Fonte: RG 15/O Impacto

Um comentário em “Vala de 400 metros se abre no meio de uma artéria em Santarém

  • 27 de julho de 2018 em 11:47
    Permalink

    A rua 24 de Outubro citada na matéria, depois do serviço feito pela Cosanpa necessita de uma recapagem, estava feia e ficou horrível.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *