Xaropinho do Povo: “Estado do Tapajós é um filho que quer andar com suas próprias pernas”

Apesar de muitos políticos terem prometido em campanha a defesa pela criação do Estado do Tapajós e não terem feito absolutamente ou quase nada, Xaropinho do povo diz que ele há muito tempo vem apoiando essa luta e não vai ser agora como pré-candidato ao Senado que vai “correr da raia”.

 “Muitos cientistas e analistas políticos ousam dizer que o Estado do Tapajós e inviável economicamente. Conversa fiada. O nosso querido Tapajós e rico em minérios e com gente disposta e guerreira, tudo com objetivo ver a nossa independência do descaso com que nos relegaram”, afirma.

Ele ousa afirmar que o Estado do Tapajós ainda não saiu de fato, por conta da falta de representatividade política tanto na Assembléia Legislativa, quanto na Federal e senado.

“Termos representantes comprometidos com essa luta que vêm desde os tempos dos meus bisavós, e fundamental para concretizar esse sonho”, afirma parabenizando o Movimento que vem há muitos anos insistido nessa guerra política.

“Um dos fatos que nos entristeceu, foi o plebiscito ter consultado os 144 municípios do Estado do Pará sobre a criação do Tapajós e Carajás. Sou de acordo que a consulta seja feita dentro da área onde estamos. Vamos ver se vamos perder. Ai sim, nós vamos mostrar que não queremos “DIVIDIR O PARÁ”, queremos a nossa independência como um filho que ganha sua maioridade e já sabe se manter sozinho. E nem estamos pedindo pensão. Podemos nos manter sozinhos, simplesmente porque nossos pais (governo do Para) nos relegou ao descaso totalmente. Ele é o culpado de agora queremos viver a nossa vida independente. Ele e o culpado de querermos andar com nossas próprias pernas agora”, diz enraivecido com tanto abandono que nossas regiões enfrentam.

Ele afirma que muitos dizem que fala dessa maneira somente porque é pré-candidato e que depois vai esquecer o que prometeu. “O povo está cansado de promessas, realmente. De ver muitos aí que prometeram e não cumpriram. Eu quero dar minha cara a tapa se eu vou abandonar essa luta. Esquecer o Estado do Tapajós é como esquecer da minha própria família. Jamais. Aí é tudo na minha vida. Sem ela não sou nada. Vou provar que um político pode sim cumprir com o que diz em campanha se ele quiser”, ressaltando que vai fazer a grande diferença porque ele mesmo não agüenta mais esse tipo de comportamento dos políticos que prometem e não fazem.

“Eu sou eleitor e como eleitor já me decepcionei tantas vezes. Não perco a esperança. Se não vi sendo realizado pelos outros eu mesmo quero ir lá ver de perto se não dá mesmo para cumprir com as promessas. Dá sim, tenho certeza, basta estar realmente comprometido com o que fala. SÓ PRECISAMOS ESTAR UNIDOS E ORGANIZADOS”, diz XAROPINHO DO POVO!

SOMOS O TAPAJÓS

Com uma área de quase 800 mil km, PIB (Produto Interno Bruto) de quase 18 bilhões, autossustentável, somos o Tapajós.

Somos os 23 municípios que somaram mais de 1milhão de votos, o SIM pela criação do estado do Tapajós no plebiscito de 2011, somos o Tapajós.

Somos ricos em bauxita, calcário, ouro, rios, peixes, pecuária, agricultura, com um povo trabalhador, somos o Tapajós.

Somos a única região do Brasil que possui cidades com cerca de 1.500 km de distância da capital, isoladas e historicamente abandonadas, somos o Tapajós.

São 150 anos de uma história emancipacionista, temos um novo Estado nas veias e no coração, temos garra e coragem para cuidar do nosso presente e construir um estado próspero, somos o Tapajós.

Continuamos lutando pela independência, hoje tentando aprovar o projeto de um novo plebiscito, pois já entendemos que criar nosso Estado é uma necessidade, por ser este o maior projeto de desenvolvimento para nossa região, para o nosso Estado, para o nosso povo, para o nosso Tapajós.

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *