Centro Cultural João Fona completa 27 anos nesta segunda-feira

Considerado uma das portas de entrada do conhecimento, preservação e fomento do lúdico da história dos santarenos, o Centro Cultural João Fona completa 27 anos nesta segunda-feira (27). A data será festejada com a abertura da 2ª Exposição de Réplicas em miniatura da Cerâmica Tapajônica, às 9h. Atividade que também faz parte das ações alusivas ao Dia do Patrimônio, comemorado dia 17 de Agosto.

Segundo o secretário municipal de Cultura, Luís Alberto Figueira, há muito o que comemorar. “É um prédio histórico que nos remete ao passado recente e ao mesmo tempo, um passado distante de grandes eventos nele realizado. É uma edificação que resguarda de grandes e valiosas peças culturais do nosso município, merecedor do carinho de toda a população santarena. Cada aniversário representa a manutenção da cultura santarena”, declarou.

O facilitador e ceramista, Jefferson Paiva, destaca que o empenho dos alunos foi primordial para conclusão das peças em tempo hábil. “Contabilizadas ao final da oficina , o total de 200 mini réplicas da cerâmica Tapajônica, peças como, vasos (de cariátides e gargalo), estatueta antropomorfa e outros. Estiveram envolvidos na atividade dez participantes, entre, artesãos e demais com afinidades ao uso do barro (argila)”, explicou.

A exposição é o resultado de oficina ao Dia do Patrimônio Cultural, atividade realizada pela Divisão de Cultura vinculada a Pró-Reitoria da Cultura, Comunidade e Extensão da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e Conselho Municipal de Patrimônio Histórico e Artístico de Santarém (Comphac) e recebeu apoio da Prefeitura de Santarém, através da Secretaria Municipal de Cultura (Semc).

A exposição de réplicas da Cerâmica Tapajônica; exposição de fotografias; Pinturas e Cerâmicas: Um olhar ao Patrimônio Histórico; exposição “Cerâmica Tapajônica”; a visita ao Centro Cultural João Fona e a exibição do “Passeio Histórico Virtual” encerram no dia 31 de Maio. As réplicas da cerâmica Tapajônica estarão sendo vendidas nos valores de R$ 5 a R$ 200.

Sobre o Centro Cultural João Fona (CCJF) – O CCJF foi criado por meio da Lei Municipal de nº 13.791 de 27 de agosto de 1991. Utilizado exclusivamente com finalidades culturais, dando-se prioridade para a instalação, nas dependências, de salas museológicas, fixas e transitórias.

O prédio da Prefeitura de Santarém na égide da Secretaria Municipal de Cultura (Semc) é uma das rotas turísticas nacionais e internacionais no município santareno. A edificação predial iniciou em 1853 com término em 1867, já funcionou as atividades do Ministério Público de Justiça (Fórum de Justiça), Intendência Municipal (Prefeitura de Santarém), Câmara Municipal e Prisão Pública, em 1868.

Fonte: RG 15/O Impacto e Agência Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *