ESTÁ CHEGANDO A HORA DE DECIDIR | Eduardo Fonseca Ed. 1213

ESTÁ CHEGANDO A HORA DE DECIDIR

Amanhã, dia 1º de setembro, se inicia a série de meses do …BRO: setembro, outubro, novembro e dezembro; Com isso se antevê o final do ano e algumas pessoas já estão se preocupando com quantos dias faltam para a chegada do ano de 2019, que está no total 122 dias.
No entanto, as mesmas pessoas, algumas com poder de informação e formadoras de opinião, não estão preocupadas, nem contando com um acontecimento importantíssimo para o nosso País. O dia 7 de outubro, o dia da eleição para presidente, senador, deputado federal e deputado estadual.
A nova lei eleitoral cortou muitas atividades que o povo gostava, das chamadas campanhas eleitorais ou políticas. Reduziu o prazo, os comícios, os showmícios, passou-se a exigir o CNPJ nos santinhos e demais panfletos, conta bancária e prestação de conta dos gastos de campanha. Ao lado disso para quem gostava de “serenar” comício, ficou sem esse passatempo animado e os comitês outrora animados e cheio de correligionários, hoje estão vazios.
Mas a seriedade e arma que deveria ser o voto do cidadão está atravessando um momento difícil. Tenho ouvido jovens dizerem que não vão votar em ninguém. Vão votar em branco ou anular o voto, ou então, não irão às urnas. Vão “pegar uma praia”. É uma pena, já começam, alguns em sua primeira eleição, com o descaso para como seu País. Dizem que não gostam de político. E eu lhes digo: “Quem não gosta de política, é governado por quem gosta”.
E por estarem “frias”, não estão nem “morna”, jamais irão “esquentar”, as campanhas como tenho observado e por onde andado, andado mesmo e conversado, não é pelo ZAP não me parece, que pelo que tenho de vida, será a primeira vez que Santarém não terá um representante, na Assembléia Legislativa e no Câmara Federal. Só os paraquedistas, que alguns vereadores santarenos estão trabalhando por ele. Não estão pensando no município e sim, em seus próprios interesses.
UMAS E OUTRAS – Mais um FESTIVAL FOLCLÓRICO NO CDA – Colégio Dom Amando, foi um grande sucesso de público. Quem diria que quarenta e poucos anos atrás a saudosa professora Gersonita Imbiriba Carneiro, com os seus alunos, nunca imaginaria do sucesso em que se transformaria o FOLCLORE DO DOM AMANDO e ainda, serviria de modelo para quase todos os festivais de folclore que estão acontecendo nos colégios e outros segmentos ligados à Cultura Santarena, durante este mês de agosto, o mês do Folclore. E como sempre o que é aguardada com muita expectativa pela população santarena e pelos próprios alunos e professores do CDA é a tradicional VACA BULANDEIRA, (eu fui por oito anos coordenador dela). Era uma peça folclórica, anárquica construtiva. Na nossa época, a televisão não era muito popular e os estudantes eram muito criativos, não se copiava nada da TV. Hoje, não sei! Os tempos são outros, posso não gostar das cópias. Como muitas pessoas que foram e ficaram falando do Script, acharam imoral. Não conhecem a história da “bulanda” e eu lhes pergunto: Puxa vida! O que é neste mundo de muita perdição, imoral??????? Mesmo assim, quiçá os segmentos culturais do governo municipal, não vejam, apenas o Sairé, como manifestação folclórica de Santarém. /////////////// Amanhã, dia 1º de setembro, será a abertura da Semana da Pátria, período em que será festejado a data do rompimento dos grilhões a que o Brasil estava atrelado a Portugal e D. Pedro I, após o grito do Ipiranga, ainda compôs o Hino da Independência para dizer que “Já podeis da Pátria filho/ ver contente a mãe Gentil/ Já raiou a liberdade no horizonte do Brasil/ já raiou a liberdade, já raiou a liberdade, no horizonte do Brasil/”. Pena que o tema da semana da Pátria criado pelos responsáveis da prefeitura de Santarém, “Todos Juntos numa Cultura de Paz”, tenha sido meio piegas, simplório. Creio que deveria ser mais criativo e impactante. Mas causou algumas mudanças, como por exemplo, quem assiste à missa na Igreja do Santíssimo, domingo pela manhã, neste domingo, dia 02 de setembro, terá que procurar outra igreja por causa do desfile escolar (que nunca mostrou patriotismo, e sim, autoritarismo. É obrigado a desfilar, comprar roupa nova para o pelotão de esportes, danças, roupas das três Forças Armadas. E os pais têm que dar o jeito, sob pena de o aluno ser punido), razão por que foi suspensa a missa da igreja do Santíssimo no domingo pela manhã para dar lugar ao desfile escolar. ////////// A mudança do tablado, até agora, o local para onde devem mandá-los não está pronto. Será que eles vão arrear as mercadorias no chão, mesmo, ou melhor, no barro, ou na piçarra?.  ///////////// Já na APRUSAN muda de diretoria, mas não muda a mentalidade. Continua piorando a organização das feiras do Mercadão 2000. Neste retiraram algumas ambulantes nos corredores da entradas, mas alguns outros ficaram. Por que? Seu administrador ou secretário responsável por mercados e feiras não falam nada. E a feira do Aeroporto velho, está um pouquinho pior.! //////////// Ainda!… Perguntar por perguntar, afinal, perguntar não ofende. Parou o movimento das calçadas livres? Ou ainda o pessoal da SEMTRANS só multam ou rebocam os carros uma vez ou outra, dos seus adversários políticos ou a lei é para todos, ou para “os amigos os favores da lei. Para os adversários, os rigores da Lei!”, eu hein! ////////////// Nesta sexta no FLUMINENSE vai acontecer o BAILE DE SAUDADE promovido pela associação dos Ex alunos do Seminário São Pio Décimo, como toque musical com a Banda Stillys. Décio e Caetano. Imperdível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *