Dr. Ubirajara: “Candidato da oposição nada produziu para a advocacia do Pará”

“Hoje a OAB do Pará possui um tesoureiro que é uma pessoa que não produz nada, muito pelo contrário, prejudica a advocacia”, disse Ubirajara

Presidente da Subseção da OAB de Santarém fala sobre a eleição da Ordem

O presidente da Subseção da OAB de Santarém, Dr. Ubirajara Bentes de Souza Filho, esteve em nossa redação, ocasião em que falou sobre as eleições da Ordem que acontecem agora no mês de novembro.

“Como você pode perceber, diante do que foi divulgado, nós não teremos oposição em Santarém, mas nós teremos oposição no Estado do Pará. É importante que se diga que os advogados aptos, ou seja, aqueles que estão em dia com a OAB, estão convocados para votar no dia 28 de novembro, não só para a Subseção de Santarém, como, também, para a Seccional do Pará, que tem à frente o presidente Alberto Campos, que vai à reeleição. Na terça-feira nós estivemos em Belém, no lançamento do plano de gestão, onde diante de uma plateia de mais de 600 advogados, Alberto Campos expôs e pormenorizou todo trabalho que foi feito pelo OAB e o que pretende continuar fazendo, bem como o que se pode extrair. A advocacia do interior está muito privilegiada, a partir da interiorização da ESA, não só a questão de levar os cursos para as subseções, mas para valorizar o advogado-professor, que tem especialização, que tem mestrado, que tem doutorado; como é o caso aqui de Santarém, que nós temos algumas dezenas de professores já com mestrado e doutorado. Essas pessoas, de acordo com o plano do presidente Alberto Campos, terão a oportunidade de ingressar na Escola Superior de Advocacia, como professores, para ministrarem cursos e palestras em todo interior do Estado do Pará. Por exemplo, se nós formos a Novo Progresso, sai muito mais barato você contratar uma mão de obra especializada, um advogado professor aqui, levar a Novo Progresso, do que trazer de Belém um professor que vai tratar do mesmo conteúdo. Isso é uma das questões que envolvem esse plano de ordem do presidente Alberto. Fiquei feliz em função disso, porque era uma antiga reivindicação aqui da Subseção de Santarém. E outra importante que eu trago, também, como novidade, é a construção da sede da Subseção em Itaituba, não do jeito que atual presidente da Subseção de lá quer, inclusive com Cyber Café, mas uma Subseção que sirva eficazmente para as finalidades com que ela se propõe, que é o atendimento da sociedade e da advocacia, uma sede condigna para receber os advogados e receber a sociedade. Isso é um dos itens que está no plano de campanha do presidente Alberto Campos, como também a construção de casas da advocacia, para que o advogado não fique apenas ligado ao Fórum. Por exemplo, nós não temos nenhuma casa da advocacia aqui em Santarém, mas em Oriximiná foi inaugurada. O advogado, após o expediente do Fórum, pode trabalhar lá, pois tem computador e impressora, os equipamentos de primeira linha, internet, onde ele pode trabalhar independentemente do Fórum estar fechado ou não, ele pode preparar o seu trabalho profissional. Em Santarém nós temos a sala dos Advogados que homenageia inclusive o Dr. Tito Viana, que tem esse mesmo propósito, todo o apoio logístico para atender o advogado. Então, o que nós podemos também verificar na proposta do Alberto Campos, é de que também o interior receberá caravanas das prerrogativas, não para enfrentamento físico, mas para orientar advogados a conversar com juízes, com promotores, com autoridades locais, a respeito da importância da advocacia, importância do advogado, do respeito mútuo que deve existir entre o advogado e o Juiz ou Promotor. Muitas vezes o advogado é tratado mal, e isso não pode ocorrer, nós queremos que o advogado tenha garantia de trabalhar, porque ele é a garantia que tem a sociedade de enfrentamento com o poder público, que se possa ter uma Justiça justa e séria a favor do cidadão. Essas prerrogativas que se falam, não são direitos odiosos, não são direitos ou privilégios de advogados, são salvaguardas do próprio cidadão para que ele possa ter o direito de defesa como garantia a Constituição Federal”, disse Dr. Ubirajara Filho.

“ELE NÃO TEM SERVIÇOS EM PROL DA ADVOCACIA E NEM EXPERIÊNCIA DE GESTÃO DE ORDEM”

O presidente da Subseção da OAB de Santarém falou sobre o candidato da oposição à chapa de Alberto Campos.

“Com relação à oposição, como eu disse anteriormente, nós não teremos candidatos da oposição aqui em Santarém, mas nós teremos um candidato que é oposição ao presidente Alberto Campos, que é Conselheiro Federal, que já vai completar o seu terceiro ano de mandato e nesses quase três anos de mandato nada produziu em favor da advocacia no Pará, a não ser votar com a bancada do Pará e outros a votar em favor da presidenta Dilma Roussef, ou seja, ele não tem serviço para o Pará. Vem falar em prerrogativas, mas nunca participou de uma defesa de prerrogativa pública, nunca esteve presente num desagravo defendendo o advogado, desagravando o advogado, não tem experiência de gestão, ele foi conselheiro há 20, 30 anos, ele não tem nenhuma noção do que seja a gestão da Ordem dos Advogados do Brasil. Era importante que antes que ele apresentasse essas propostas recozidas, que são na realidade ações de trabalho da OAB, que vêm sendo implementadas e concretizadas pelo presidente Alberto, que ele mostrasse quais são os serviços que ele tem à Ordem dos Advogados do Brasil em favor da advocacia. O Conselho Federal todo está com ele, com exceção do Barra Brito que está conosco, para nossa chapa “OAB segue em frente”. Mas eles não fizeram nada, não produziram nada, muito pelo contrário, eu quero que o candidato da oposição ao presidente Alberto Campos prove o que foi que ele trouxe para a advocacia do Pará nesses três anos de mandato; prove o que foi que ele trouxe ou conseguiu de verbas para a construção da sedes das subseções que estão sendo concluídas pela OAB Pará. Eu quero que ele me prove quais foram as melhorias, que verbas ele conseguiu do FIDA para as melhorias das subseções, para a capacitação dos advogados. Eu quero que ele preste conta para o Pará, que prove à advocacia do Pará que ele trabalhou em prol dela. Ele não tem serviços em prol da advocacia, não tem experiência de gestão de Ordem. Ele foi Conselheiro, não tem experiência de gestão de ordem. A turma que acompanha ele, é a mesma do ex-presidente que é oposição, então, eles não cresceram nada. Muito pelo contrário, você chega, por exemplo, hoje na OAB, possui um tesoureiro que é uma pessoa que não produz nada, muito pelo contrário, ele prejudica a advocacia. O atual tesoureiro da OAB prejudica a advocacia, nossos repasses estão atrasados, ele não vai assinar o cheque e ele não paga fornecedor. Esses atos desse cidadão são nocivos à advocacia, porque prejudicam a Ordem. Ele não está prejudicando o presidente Alberto Campos e não está prejudicando o presidente Ubirajara Filho, ele está prejudicando os advogados do Pará, está prejudicando os fornecedores, está comprometendo o bom nome da OAB, portanto, esse cidadão que hoje é tesoureiro e que apoia o candidato da oposição, que é Conselheiro Federal e nada produziu, nada fez pelo Pará nesses últimos 2 anos e 8 meses, ou 10 meses, 11 meses, ele não trouxe nada para Santarém, não fez nada por Santarém, a não ser ficar lançando uma edição de uma obra que ele tem que contar a história dos tribunais do Júri dele, fora isso nada foi feito por ele em relação à Ordem, em relação à Advocacia, em relação aos advogados. É muito fácil ser oposição, se as pessoas tivessem dignidade teriam feito oposição desde o início ao presidente Alberto Campos. Não vi oportunamente, convenientemente, depois de passar 2 anos e 10 meses de gestão do presidente Alberto e vir fazer oposição, se intitular oposição, arrotar oposição. Eles nunca foram oposição, se fossem, teriam feito propostas, teriam discutido. O presidente Alberto Campos é uma pessoa aberta, claro que acataria as sugestões, mas eles trabalham contra a advocacia, querem colocar no presidente Alberto um rótulo que não existe. O presidente Alberto Campos é uma pessoa acessível e que valoriza o advogado, que tem uma gestão que capacita os advogados, que defende as prerrogativas, defende intransigentemente a sociedade civil. Então, eles não têm como falar e ficam criando fake News dizendo que um jovem advogado foi maltratado, que um fulano que cobre o rosto dizendo que o fulano de tal não foi bem atendido. Isso é mentira, são mentirosos. Fazem esse tipo de campanha suja para tentar enlamear a campanha transparente e límpida do presidente Alberto. Infelizmente esse candidato da oposição enveredou por esse caminho, talvez orientado pelo seu mentor, um homem que lhe deu um mandato, que na realidade não foi esse homem que ele tanto proclama que é, Deus no céu e esse homem na terra que lhe deu mandato. Quem lhe deu mandato foi a advocacia, inclusive eu que votei nele e para Santarém ele não trouxe nada, nem quando nós fomos agredidos aqui ele se manifestou. Seja no privado ou publicamente contra as agressões que a OAB e a presidência da OAB Santarém sofreram no início desse ano, onde é que ele estava? Onde é que estava esse pessoal? Não estavam em lugar nenhum, porque eles nunca estiveram, não fazem nada em benefício da advocacia”, finalizou Dr. Ubirajara Bentes de Souza Filho.

Por: Jefferson Miranda

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *