Detran-PA divulga edital de concurso com 100 vagas; provas acontecerão somente em Belém

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (DETRAN/PA) divulgou na manhã desta quarta-feira (21) o edital de abertura do concurso público. O órgão está ofertando 100 oportunidades. Do total das vagas, 66 vagas são destinadas ao cargo de Agente de Fiscalização de Trânsito e as outras 34 para Agente de Educação de Trânsito.  As inscrições poderão ser efetuadas a partir do dia 27 de novembro e ficarão disponíveis até o dia 20 de dezembro de 2018, no site oficial da organizadora  FADESP.

Os novos servidores cumprirão a jornada de 30 horas semanais de trabalho e receberão vencimentos de R$ 2.191,52. Para concorrer as oportunidades, os interessados devem possuir o ensino médio completo.

No caso dos candidatos que irão concorrer a vaga de agente de fiscalização, será obrigatório possuir também a carteira de habilitação nas categorias A e B expedida há pelo menos dois anos.

O valor da taxa de inscrição custa R$ 35,00 e pode ser paga até o dia 21 de dezembro.  Os candidatos que concorrerão às vagas destinadas às Pessoas com Deficiência (PcD) e os de baixa renda poderão solicitar a isenção da taxa de inscrição no período entre 27 a 30 de novembro.

Segundo o edital, o processo seletivo terá apenas uma única etapa de avaliação para o cargo de agente de educação e seis etapas para o cargo de agente de fiscalização todas realizadas em Belém (PA). A primeira avaliação será comum aos dois cargos . A prova objetiva será aplicada no dia 10 de fevereiro de 2019. Essa fase é eliminatória e classificatória.

Os candidatos ao cargo de Agente de Fiscalização realizarão ainda, as etapas eliminatórias de avaliação médica, teste de capacidade física, avaliação psicológica, entrega de certidão negativa da Vara de execução criminal e curso de formação. O cronograma com as datas previstas para cada etapa podem ser consultadas no edital.

Já os candidatos ao cargo de agente de fiscalização realizarão, ainda, as etapas de avaliação médica, teste de capacidade física, avaliação psicológica, entrega de certidão negativa de execução criminal e por fim o curso de formação. No edital está disponível o cronograma com as datas previstas para cada etapa.

Fonte: Dol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *